Gestão e Negócios

Como receber dinheiro do exterior? Dicas e Melhores Opções

29 jul 2020

Com as novas tecnologias e a possibilidade de trabalho remoto ampliada, as oportunidades de prestação de serviço para empresas que estão fora do Brasil é crescente – o mercado de trabalho passa a não ter fronteiras. Você já pensou que é bem factível que você consiga um cliente no exterior? Pode ser muito competitivo. Mas e, aí, como receber pelo serviço prestado? 

Se não for por um cliente no exterior, pode ser que você tenha um familiar ou amigo que necessite enviar dinheiro de fora do país. E, aí, como receber?

Se você precisa ou vai precisar receber dinheiro do exterior, nos acompanhe neste texto.

Humm, pode parecer complicado, mas é só impressão. É uma tarefa simples e tranquila, e a tendência é que seja cada vez mais corriqueira. Mais uma vez, a tecnologia está ao nosso lado.

Um mercado cada vez mais sem fronteiras

Se o seu caso é prestação de serviço, o primeiro passo é emitir um invoice, que é um documento que discrimina os serviços prestados, o valor e a forma de pagamento. Pode ser feito até em um word! Não esqueça de incluir o nome do comprador/cliente e os dados bancários.

Mesmo fazendo o invoice, você vai precisar emitir uma nota fiscal de serviços, mas, a diferença é que nos contratos internacionais, a nota é emitida para tributação e não como um documento de faturamento. Mas, calma, nada que um bom contador não possa te orientar.

E, agora? Com invoice ou sem invoice, há várias possibilidades para você receber o seu dinheiro e é bom conhecer as opções existentes no mercado para não gastar mais do que necessário para fazer a transação. Nos últimos anos, as fintech ganharam muito espaço, pois têm oferecido soluções voltadas às necessidades dos clientes, preço justo e atendimento eficiente.

receber-dinheiro-exterior-moedas

Qual a melhor forma de receber dinheiro do exterior? 

Antes de escolher a melhor plataforma, é fundamental verificar as taxas e tarifas aplicadas, principalmente a taxa de câmbio usada pelos provedores na conversão do dinheiro. Elas variam muito e são voláteis, ou seja, mudam de acordo com a mudança nas taxas de câmbio, mudanças na legislação ou até mesmo acordos comerciais entre provedores e instituições financeiras / contábeis que é o caso da parceria entre BS2 e Contabilizei que possui para clientes taxa zero de remessa e recebimento do exterior.

Qual o melhor banco para receber dinheiro do exterior?

Uma das maneiras mais tradicionais de receber dinheiro do exterior é através da conta Pessoa Física ou Jurídica do seu banco convencional. Caso você escolha esta opção para receber a transferência, vale revisar as taxas que são cobradas pelas principais instituições financeiras do país. Não existe opção melhor ou pior, mas sim um conjunto de fatores que determinam a escolha, como relacionamento, tarifas, cotações, etc.

Confira as tarifas cobradas pelos principais bancos tradicionais brasileiros para você receber dinheiro do exterior:

  • Caixa Econômica Federal: 1% do valor da transferência, sendo o mínimo de 20 dólares e o máximo de 100 dólares.
  • Banco Bradesco: até 100 dólares, a depender da quantia.
  • Banco Itaú: R$ 140 a R$ 200.
  • Banco do Brasil: 1% do valor da transferência, sendo o mínimo de R$ 50 e o máximo de R$ 250.

Vale lembrar ainda que há a cobrança do IOF – Imposto sobre Operações Financeiras. O prazo para disponibilizar o dinheiro é de três dias úteis. Em geral, é necessário entrar em contato com o seu banco para solicitar que a operação seja feita pelo Internet Banking.

Como pudemos ver, embora seja uma opção válida, será complicado definir qual é o melhor banco para receber seu dinheiro vindo do exterior. Todas as instituições cobram taxas parecidas e, sendo assim, ficará a cargo do próprio correntista levar em consideração outros fatores, como facilidade de acesso ao dinheiro e a qualidade do relacionamento que possui com o banco.

Qual a melhor forma de receber dinheiro do exterior? 

Atualmente existem diversas maneiras de receber dinheiro do exterior de maneira online. Importante que você atente principalmente para o fator segurança de uma empresa que já tenha comprovação de mercado, esteja legalmente estabelecida e mais importante, seja reconhecida pelo Banco Central para este tipo de transação. Elencamos aqui as principais opções do mercado:

Remessa Online

É uma plataforma para transferência internacional reconhecida e foi fundada, no Brasil, em 2016. Ela oferece envio do exterior de euro, dólar americano, libra, dólar canadense, dólar australiano, francos suíços e iene japonês.

Nela, você faz o cadastro e informa seus dados para transferência e receberá instruções de pagamento, que variam de acordo com o país de origem. Daí, você envia essas informações ao remetente no exterior que, ao realizar o pagamento, já terá incluso todas as taxas de serviço. 

Pronto. Assim que o dinheiro cair na sua conta Remessa Online, você será avisado e, em dois dias úteis, o recurso estará na conta bancária que você escolheu. As taxas para receber são tarifa bancária, taxa de câmbio e cobrança de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Se você ficou com dúvidas, você pode fazer uma simulação no site da Remessa Online.

TransferWise

Esta plataforma online permite que você receba o dinheiro em sua própria conta-corrente ou poupança. Ela opera no Brasil por meio de seus correspondentes locais – MS Bank e Banco Rendimento. Não é preciso cadastro, a transferência é feita para os parceiros locais. Pode ser uma boa opção para você receber dinheiro do exterior.

Wester Union

Atuando no Brasil desde 1997, realiza envio e recebimento de dinheiro entre vários países. Para receber dinheiro do exterior, é preciso comparecer a uma agência da Western Union com um código de transferência (Money Transfer Control Number) e seu documento de identificação. Outra opção é receber diretamente na conta bancária. 

As tarifas variam conforme a forma de retirada, o país de origem e o valor enviado. É possível o remetente fazer uma simulação das tarifas e taxas pelo site da empresa. 

MoneyGram

Assim como na Wester Union, na MoneyGram você terá a opção de retirar o dinheiro pessoalmente em uma agência ou receber diretamente na sua conta bancária. A pessoa ou empresa que for enviar o recurso é quem vai escolher a forma de recebimento, o que vai influenciar no valor total recebido.

Quando receber o dinheiro, você vai precisar preencher um formulário com o número de referência dado pelo seu remetente e apresentar o seu documento de identidade.

Xoom

Associado ao PayPal, o Xoom também realiza transações de dinheiro do exterior para o Brasil. Para isso, o remetente deve fazer um cadastro no Xoom ou usar a sua conta PayPal. O pagamento pode ser feito por débito, crédito ou a partir do saldo no PayPal.

O recebimento do dinheiro é feito por meio de depósito em conta corrente, e há dois tipos de custos envolvidos: taxa de transação e taxa de conversão (com câmbio turismo). Você pode conferir todos os detalhes no site oficial da plataforma.

Ria MoneyTransfer

Esta é outra alternativa disponível no mercado. Realizam transferências internacionais em mais de 140 países, mas os locais de origem são apenas Austrália, Espanha e Estados Unidos. Para receber no Brasil, pode ser por depósito em conta-corrente ou retirada em um parceiro conveniado à plataforma. A pessoa que remeter o dinheiro é quem vai escolher como você irá recebê-lo.

As taxas são pagas pelo remetente, e o custo depende do país de origem, valor enviado e a taxa de câmbio.

receber-dinheiro-exterior-papel-moedas

 Receber dinheiro do exterior com banco: vale postal eletrônico

Além das plataformas, há uma opção menos tecnológica, mas que também funciona – o bom e velho Correios. Eles oferecem um serviço de transferência internacional chamado de Vale Postal Eletrônico. 

Para isso, o remetente precisa ir pessoalmente a uma instituição postal conveniada no exterior e, quando o dinheiro estiver disponível no Brasil, você recebe uma correspondência informando em qual agência do Correios você pode sacar. 

Os custos, pagos pelo remetente, vão variar de acordo com o país e os Correios não vão cobrar tarifas de você. Mais informações no site do Correios.

Ufa, quantas possibilidades! Sim, e isso que não falamos ainda daquela que primeiro veio à sua cabeça – transferência bancária. Não é a primeira coisa em que pensamos sobre receber recurso do exterior?

Receber dinheiro do exterior através de Transferência Bancária

Como já explicamos acima, muitos bancos oferecem o serviço de recebimento de dinheiro de outro país. Para isso, você precisa ter conta-corrente no Brasil. Além das tarifas e taxas pagas pelo remetente, a grande maioria dos bancos no país cobre, também, uma taxa do beneficiário pelo recebimento do dinheiro.

Elas variam de banco para banco, mas é bom estar atento aos custos relacionados a: taxa de envio no banco do país de origem, custos switch (no banco de origem no exterior e/ou banco intermediário e/ou de banco de destino no Brasil), eventual taxa de recebimento do banco de destino no Brasil, e, ainda, o valor do IOF.

Mas qual a melhor forma de receber dinheiro do exterior?

Quando se fala em dinheiro, o melhor, sempre, é onde perdemos menos, não é mesmo? Qualquer remessa vai envolver alguma perda – a solução é minimizar o prejuízo. Pesquisar as menores taxas, a rapidez na entrega do dinheiro e, principalmente, a transparência nas informações. Você tem que estar confortável e sabedor de tudo o que está sendo cobrado.

Por isso, pesquisar, simular em diferentes plataformas e decidir qual a melhor alternativa para o seu caso.

Receber dinheiro do exterior paga imposto?

Esta é uma boa razão para você pesquisar bastante. Hoje em dia, tem como receber dinheiro do exterior sem precisar pagar taxas de transferências internacionais entre bancos, sem taxas Swift, bancos intermediários, percentual na taxa de banco, apenas com uma tarifa, na qual já está incluso o IOF, de forma legalizada e totalmente online.

O IOF é aplicado em determinados tipos de transações e seu valor varia de acordo com o tipo de operação. Ao usar um cartão internacional no exterior, por exemplo, paga-se uma taxa diferente daquela ao enviar uma remessa do exterior. Mas, se você receber uma transferência bancária por meio de algumas plataformas online, o IOF e outras tarifas estarão inclusas no dinheiro pago pelo remetente.

Você deve declarar os valores recebidos no seu Imposto de Renda e, para isso, sabe que pode contar com a ajuda e consultoria da Contabilizei

Mas e quanto posso receber do exterior?

Segundo o Banco Central, você pode receber até dez mil reais (R$ 10.000,00)  sem grandes burocracias. Para valores superiores, será exigida a declaração de imposto de renda. Saiba mais no site do Banco Central

receber-dinheiro-exterior-contando-dinheiro-

Cliente Contabilizei com a conta PJ integrada recebe dinheiro do exterior sem taxas

A Contabilizei – maior escritório de contabilidade do Brasil – amplia seu portfólio de soluções e traz para você a Conta Digital PJ em parceria com o banco BS2 que entre outras vantagens possibilita remessa e recebimento de valores do exterior sem taxas, possibilitando competitividade para seu negócio . 

O processo de remessa e recebimento de dinheiro do exterior é todo online e seguro integrando as plataformas da Contabilizei e BS2 as instituições internacionais. Com a Conta Digital você tem um atendimento exclusivo na mesa de câmbio para remessas internacionais com número de IBAN e SWIFT CODE. E, por ser cliente Contabilizei, fica isento de taxas de SWIFT e tarifas de contrato.

Entendido sobre o processo de recebimento de valores do exterior. Com certeza você poderá escolher a melhor em parceria com o seu cliente. E lembre-se: segurança, tarifas, praticidade e relacionamento são as chaves para ter o melhor processo de remessa e recebimento de dinheiro do exterior. Conte com a Contabilizei para te dar o suporte necessário em todos os momentos.

Contabilizei

A Contabilizei é líder em abertura de empresas no Brasil e mantém esse blog para levar conteúdo de qualidade aos pequenos empreendedores.

Deixe um comentário

avatar