Quanto ganha um médico no Brasil? Confira os salários

| Atualizado em 03/08/22 | 10 minutos de leitura

Para saber quanto ganha um médico no Brasil é preciso considerar fatores como especialização, carga horária, se o profissional atua como contratado CLT, concursado ou se tem o próprio consultório como pessoa jurídica.

Saber quanto ganha um médico no Brasil é uma das primeiras dúvidas que surge na mente de quem acabou de se formar e já está em posse do seu CRM médico. Mas ainda que haja um piso salarial determinado pela Fenam (Federação Nacional dos Médicos), esse valor acaba variando bastante por diversos motivos.

Entre os fatores que resultam na diferença salarial entre os profissionais dessa área estão:

  • especialização;
  • carga horária trabalhada;
  • tipo de contratação (CLT ou concurso público).

Aqui, vale destacar também que esse profissional pode buscar pela abertura CNPJ médico e abrir o seu próprio consultório. Ao fazer isso, as chances de ter uma remuneração mais expressiva aumentam, visto que ele estará atuando como PJ (pessoa jurídica) e não como PF (pessoa física) contratada por um hospital, clínica ou órgão público.

quanto-ganha-um-medico-jovens-medicos-conversando

No entanto, ainda que existam todas essas variáveis, é possível ter média de quanto ganha um médico no Brasil. Essa informação, inclusive, pode ajudar esses profissionais a decidirem se seguem trabalhando como prestadores de serviço contratados, ou se é mais interessante financeiramente se tornarem donos dos seus próprios consultórios.

Se essa também é a sua dúvida, siga a leitura deste artigo, pois as informações que trouxemos nele ajudará a respondê-la!

Quanto ganha um médico no Brasil?

Uma forma de saber quanto ganha um médico no Brasil é considerando o piso salarial médico determinado pela Fenam, o qual, para 2022, foi fixado em R$ 17.742,78 para 20 horas semanais. O valor estabelecido pela entidade por cada consulta foi de R$ 217,89.

Por piso salarial entenda o valor mínimo que, obrigatoriamente, deve ser pago a uma determinada categoria.

No caso dos médicos, o piso definido pela Fenam tem como base a chamada Lei do Médico, que é a Lei n° 3.999 de 15 de dezembro de 1961, que altera o salário mínimo dos médicos e dos cirurgiões dentistas.

A lei em questão determina que esses profissionais devem receber, no mínimo, a quantia equivalente a três salários mínimos vigentes na época da atuação. No entanto, essa vinculação foi vedada posteriormente pela Constituição Federal. 

Somado a esse fato, no ano de 1994, notou-se que esse valor se tornou fora da realidade, devido ao acumulado da inflação na época. 

Por conta disso, o presidente da Fenam daquele ano solicitou à Fundação Getúlio Vargas que realizasse uma atualização de piso, tendo como base a variação inflacionária apresentada entre os anos de 1961 e 1994.

Desde então, o piso salarial médico é corrigido todos os anos de acordo com o índice oficial de inflação anual e taxa de variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Qual região do Brasil paga mais para médicos?

A região do Brasil que paga mais para médicos é São Paulo, de acordo com dados do Salario.com.br. Inclusive, o local (estado ou município) é um dos fatores que mudam a resposta para a pergunta “Quanto ganha um médico no Brasil”.

Tomando como base o cargo de Médico Clínico (CBO 2251-25), alguns exemplos de salários pagos em diferentes cidades brasileiras são:

  • São Paulo (SP):
    • carga horária: 22 horas semanais
    • piso salarial: R$ 9.441,64
    • média salarial: R$ 9.910,52
    • teto salarial: R$ 14.977,08
    • salário/hora: R$ 90,90
  • Brasília (DF):
    • carga horária: 24 horas semanais
    • piso salarial: R$ 8.560,49
    • média salarial: R$ 8.985,61
    • teto salarial: R$ 13.579,32
    • salário/hora: R$ 74,10
  • Rio de Janeiro (RJ):
    • carga horária: 24 horas semanais
    • piso salarial: R$ 7.309,78
    • média salarial: R$ 7.672,79
    • teto salarial: R$ 11.595,35
    • salário/hora: R$ 62,83
  • Salvador (BA):
    • carga horária: 29 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 5.618,33
    • média salarial: R$ 5.897,34
    • teto salarial: R$ 8.912,24
    • salário/hora: R$ 40,27
  • Recife (PE):
    • carga horária: 18 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 3.623,93
    • média salarial: R$ 3.803,90
    • teto salarial: R$ ​​5.748,56
    • salário/hora: R$ 42,49

Considerando o estado, São Paulo também é a região que paga mais para os médicos brasileiros (levando em conta a proporção carga horária X remuneração). Assim, ainda tendo como base o cargo de Médico Clínico, as médias salariais atuais são:

  • São Paulo:
    • carga horária: 22 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 8.444,98
    • média salarial: R$ 8.864,36
    • teto salarial: R$ ​​13.396,08
    • salário/hora: R$ 80,59
  • Distrito Federal:
    • carga horária: 24 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 8.560,49
    • média salarial: R$ 8.985,61
    • teto salarial: R$ 13.579,32
    • salário/hora: R$ 74,88
  • Minas Gerais:
    • carga horária: 24 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 6.964,82
    • média salarial: R$ 7.310,69
    • teto salarial: R$ ​​11.048,14
    • salário/hora: R$ 60,92
  • Rio de Janeiro:
    • carga horária: 25 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 6.846,42
    • média salarial: R$ 7.186,42
    • teto salarial: R$ ​​10.860,33
    • salário/hora: R$ 57,49
  • Pernambuco:
    • carga horária: 21 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 3.255,12
    • média salarial: R$ 3.416,77
    • teto salarial: R$ ​​5.163,53
    • salário/hora: R$ 32,54

Quanto é o salário de um médico do SUS?

A média de salário de um médico do SUS é de R$ R$ 5.866,43 para uma jornada de trabalho de 29 horas semanais, ainda segundo dados apresentados no site Salario.com.br.

Também chamado de Médico de Saúde Pública (CBO 2251-39), a remuneração difere conforme a cidade onde esse profissional atua, por exemplo:

  • São Paulo:
    • carga horária: 32 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 7.649,63
    • média salarial: R$ 8.029,51
    • teto salarial: R$ ​​12.134,44
    • salário/hora: R$ 49,56
  • Rio de Janeiro:
    • carga horária: 28 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 7.470,03
    • média salarial: R$ 7.841,00
    • teto salarial: R$ ​​11.849,55
    • salário/hora: R$ 57,03
  • Porto Alegre:
    • carga horária: 13 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 6.393,12
    • média salarial: R$ 6.710,61
    • teto salarial: R$ 10.141,27
    • salário/hora: R$ 100,66
  • Recife:
    • carga horária: 33 horas semanais 
    • piso salarial: R$ 5.112,38
    • média salarial: R$ 5.366,27
    • teto salarial: R$ ​​8.109,66
    • salário/hora: R$ 32,20

Quanto ganha um médico plantonista?

Um médico de plantão, também chamado de médico plantonista, ganha em média R$ 9.467, sendo o mínimo R$ 5.937 e o valor mais alto identificado R$ 14.836, segundo informações do Vagas.com.

Quanto ganha um médico recém-formado?

Um médico recém-formado ganha R$ 7.500 mensais, em média. Mas assim como dissemos anteriormente, tudo depende da maneira como esse profissional irá trabalhar, ou seja, se como CLT, concursado ou abrindo o próprio consultório.

Sobre essa última opção, precisamos ressaltar que há diversas vantagens de ser médico pessoa jurídica. Algumas das que mais se destacam são:

  • possibilidade de definir os horários de trabalho, gerando mais flexibilidade e equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • ter a chance de atender tanto pacientes particulares quanto de convênios, o que ajuda a aumentar o faturamento do consultório;
  • possibilidade de prestar serviço para empresas e clínicas como PJ, expandindo, assim, o leque de atuação;
  • ter carga de impostos reduzida.

Para entender mais sobre esse último benefício, baixe agora mesmo o e-book: “Impostos para profissionais da saúde

Qual o máximo que um médico pode ganhar?

É um tanto difícil precisar qual é o máximo que um médico pode ganhar, e um dos motivos é justamente o que acabamos de mencionar: a forma de trabalho desse profissional.

Por exemplo, ao se tornar um funcionário CLT de uma clínica ou hospital, ou mesmo prestar concurso para uma prefeitura ou estado, o salário mensal é praticamente fixo, tendo variações apenas em relação ao número de horas extras (plantões extras) realizados.

quanto-ganha-um-medico-jovem-medica-atendimento

Por outro lado, quem tem o próprio CNPJ médico tem a opção de definir os seus próprios valores de consultas, o qual pode ser definido com base no piso salarial da categoria, na especialização, no número de horas trabalhadas, entre outros critérios relacionados.

Dessa forma, o faturamento de um médico que decide trabalhar por conta própria costuma ser superior ao das outras formas de atuação, o que não nos permite fixar um teto de quanto esse profissional pode ganhar.

Quanto ganha um médico da UPA?

O ganho de um médico da UPA, Unidade de Pronto Atendimento, pode ter como parâmetro os valores pagos aos médicos do SUS, visto que ambos são órgãos públicos que, para um profissional ser admitido, requer aprovação em concurso público.

Considerando essa base, média de salário de um médico do UPA tende a ser de R$ R$ 5.866,43 para uma jornada de trabalho de 29 horas semanais, que é a mesma quantia paga para um médico do SUS.

Qual área da medicina ganha mais?

Entre as áreas da medicina que ganha melhores salários, considerando a média salarial nacional, estão:

  • Médico da Estratégia de Saúde da Família: R$ 13.332,49 
  • Médico de Família e Comunidade: R$ 10.883,03 
  • Médico Alopata: R$ 10.656,22 
  • Médico Generalista: R$ 10.656,22 
  • Médico Militar: R$ 10.656,22 
  • Médico Cancerologista (clínico): R$ 10.468,02
  • Médico Oncologista Clínico: R$ 10.468,02 
  • Médico Nefrologista: R$ 8.651,53
  • Médico Cirurgião Pediátrico: R$ 8.033,39 
  • Médico Clínico Geral: R$ 8.007,04 
  • Médico Psiquiatra: R$ 7.858,46 
  • Médico Patologista Clínico / Medicina Laboratorial: R$ 7.576,46 
  • Médico Cirurgião: R$  7.438,23

Quanto é a hora de um médico?

A hora de um médico depende da região onde ele está atuando, da carga horária semanal, do piso salarial e da especialização. Com base nesses parâmetros, temos os seguintes exemplos:

  • Médico da Estratégia de Saúde da Família: R$ ​​76,19
  • Médico Generalista: R$ 71,52
  • Médico Clínico: R$ 63,06
  • Médico em Medicina Intensiva: R$ 62,65
  • Médico Cirurgião Pediátrico: R$ 57,84

Quanto ganha um médico em hospital particular?

O médico em hospital particular, em linhas gerais, é contratado sob regime CLT. Dessa forma, é possível considerar as mesmas médias nacionais que citamos anteriormente, ressaltando, mais uma vez, a questão da especialização e da carga horária.

Dito isso, alguns exemplos são:

  • Médico Cirurgião Geral: média nacional de R$ 7.438,23 para uma jornada de trabalho de 21 horas;
  • Médico Dermatologista: média nacional de R$ 5.345,58 para uma jornada de trabalho de 19 horas semanais;
  • Médico Endocrinologista e Metabologista: média nacional R$ 6.130,78 para uma jornada de trabalho de 17 horas semanais;
  • Médico Neurologista: média salarial de R$ 5.484,59 para uma jornada de trabalho de 17 horas semanais;
  • Médico Ginecologista e Obstetra: média nacional R$ 6.492,79 para uma jornada de trabalho de 22 horas semanais.

Qual é a CNAE ideal para médicos?

Para obter o CNPJ, entre outros pontos, é preciso definir a CNAE, que é a Classificação de Atividades Econômicas.

A CNAE ideal para médicos depende de qual atividade que será exercida. Algumas possibilidades são:

  • CNAE: 8610-1/01: atividades de atendimento hospitalar, exceto pronto-socorro e unidades para atendimento a urgências;
  • CNAE: 8610-1/02: atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências;
  • CNAE: 8630-5/01: atividade médica ambulatorial com recursos para realização de procedimentos cirúrgicos;
  • CNAE: 8630-5/02: atividade médica ambulatorial com recursos para realização de exames complementares;
  • CNAE: 8630-5/03: atividade médica ambulatorial restrita a consultas.

Se você quiser saber outras Classificações de Atividades Econômicas voltadas para a área médica, acesse a página de consulta CNAE da Contabilizei.

E para saber como abrir empresa nesse setor e como funciona contabilidade para médicos, converse agora mesmo com um dos especialistas da Contabilizei!

FAQ - Perguntas frequentes

Quanto custa um plantão médico de 24 horas?

Um plantão médico de 24 horas custa o equivalente ao valor da hora trabalhada (a qual difere conforme a especialização), mais o acréscimo referente ao adicional noturno para o período das 22 horas às 5 horas. Se a carga horária diária for de 8 horas, as horas excedentes são pagas como horas extras.

Quanto custa um plantão médico de 12 horas?

Se for feito à noite, um plantão médico de 12 horas custa o equivalente ao valor da hora trabalhada (a qual difere conforme a especialização), mais o acréscimo referente ao adicional noturno (entre as 22 horas às 5 horas). Já se o plantão for feito durante o dia não há esse acréscimo.

 

Em ambos os casos, se a carga horária diária for de 8 horas, as horas excedentes são pagas como horas extras.

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo

A Contabilizei faz todo o processo de abertura da sua empresa para que ela fique 100% regularizada com o mínimo de impostos. Cuidamos de toda a burocracia enquanto você economiza tempo e dinheiro.

ABRIR MINHA EMPRESA GRÁTIS

"Tornou o processo de abertura e gerenciamento da minha empresa muito simples e fácil. Plataforma única, onde consigo tudo que preciso, suporte extremamente eficiente e ágil." Leandro Bernardo - cliente Contabilizei

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo
Michele Heemann

Escrito por:

Michele Heemann

Psicóloga formada pela PUCRS com MBA em Gestão de Pessoas e Gestão Empresarial pela FGV e MBA em Transformação Digital pela PUCRS, bem como especializações em Gestão Estratégica pela ESPM e Certificação Internacional em Metodologia 6Ds. Possui 19 anos de experiência em Recursos Humanos, Consultoria empresarial e Coaching. Na Contabilizei, atua como Diretora de Pessoa e Cultura.

Deixe um comentário

avatar