Como abrir um escritório de arquitetura: Passo a passo 2021

| Atualizado em 22/07/21 | 9 minutos de leitura

Realizar a conquista de ter o terceiro grau completo é um sonho de muitos brasileiros – em 2019, pouco mais de 17% dos brasileiros com mais de 25 anos haviam chegado neste momento, segundo o IBGE.

Embora o mercado de trabalho de Arquitetura pareça realmente interessante, uma vez que são poucos os que terminam a graduação, na prática a vida não é assim. Muita gente encontra dificuldades em achar um emprego realmente acolhedor, há baixos salários para os iniciantes e as oportunidades podem não ser tão fartas quanto se gostaria.

É aí que mora o empreendedorismo: no momento em que você se depara com ofertas que estão fora do que você busca, porque não começar o próprio negócio e ser o dono da empresa? Pode parecer assustador para alguns, mas em geral é vantajoso – e se você fizer um bom planejamento e investir no marketing, é possível conquistar uma boa renda com o seu próprio negócio.

Por que abrir uma empresa de arquitetura?

Você pode estar se perguntando aí porque um arquiteto formado resolveria abrir uma empresa, se já tem a autorização para prestar serviços diretamente como pessoa física, sendo a profissão liberal? 

A resposta é simples: quem faz isto está buscando maior lucratividade nos negócios, porque pode reduzir o valor de tributação sobre os seus serviços. Além disso, a organização pessoal quando há uma empresa que divide claramente a fronteira do pessoal do profissional melhora bastante.

Outra questão importante é que muitos arquitetos definem uma área especializada de atuação, e acabam por se associar a outros profissionais justamente para fazer uma entrega mais completa – sejam os sócios também arquitetos ou profissionais de outras áreas.

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A Contabilizei é líder em abertura de empresas, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.






TUDO CERTO!

Recebemos suas informações, logo nossos especialistas entrarão em contato.

Ainda dá pra destacar como bom motivo para abrir uma empresa de arquitetura que muitos contratos só são possíveis através do CNPJ – porque a relação entre empresas tem uma legislação específica que facilita a negociação.

Como abrir um Escritório de Arquitetura? Passo a Passo

1. Faça um plano de negócios e leve em consideração especificidades do negócio em Arquitetura

Quando você define que vai montar uma empresa, precisa de planejamento. Por isso, para abrir um Escritório de Arquitetura você deve pensar também como empresário: quais são as dificuldades que podem surgir quando você resolve atender seus clientes como empresa? 

Os clientes que contratam uma empresa de arquitetura querem um atendimento de excelência, profissionais que entreguem soluções completas (do conjunto dos profissionais que compõem a empresa), e querem que a contratação tenha formato oficial, inclusive com nota fiscal dos serviços prestados. Segundo informações do Sebrae a respeito das empresas de arquitetura, “os clientes indivíduos são geralmente pessoas de classe média, média-alta e alta, ou clientes empresas, que buscam a solução de um problema ou a satisfação de uma necessidade, e estão dispostos a pagar um preço pelos serviços.”

Dentro desse planejamento considere também que só é possível abrir uma empresa de arquitetura com registro junto ao Conselho de Arquitetura e Urbanismo(CAU), o que demanda um profissional formado na área, já com liberação para atuação.

Algumas questões que surgem no planejamento podem ser resolvidas com auxílio de um bom contador, mas há outras para as quais você precisa buscar conhecimentos pesquisando informações com colegas, com o próprio Conselho, ou mesmo identificando a concorrência com uma pesquisa na internet.

escritorio-arquitetura-desenho-nanquim

2. Identifique o tipo de empresa que você quer abrir

Cada negócio tem suas particularidades, e é a partir delas que você deve verificar o tipo de empresa para abrir. 

Se você atua sozinho, deve buscar os tipos de empresa que comportam ter apenas um sócio. Como você já deve ter ouvido falar, arquiteto não pode ser MEI (Microempreendedor Individual), que é o menor tipo de empresa no país, também com o mais baixo custo de impostos. Mas há opções para que você seja uma empresa individual: você pode optar pela EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada) ou pela SLU (Sociedade Limitada Unipessoal). 

Há características específicas em cada tipo de empresa, mas podemos dizer que a Sociedade Limitada Unipessoal é o modelo mais novo liberado no Brasil, e apresenta algumas vantagens. 

Você também pode optar por abrir uma empresa em sociedade, quer dizer, com outros colegas. É uma opção interessante para quem tem bons parceiros de negócios, e quer oferecer soluções completas para os clientes. 

3. Encontre o seu cliente e bole a estratégia de Marketing

Identificar o cliente para quem você irá atuar como empresa é importante inclusive na hora de investigar o potencial de negócios na sua região. Há arquitetos que se voltam para o Urbanismo, outros para o Paisagismo ou o Design de Interiores – como todas as profissões, a arquitetura é vasta e permite ao profissional construir sua carreira conforme seu interesse. 

O ideal no momento de abrir a empresa é justamente combinar a sua vontade com as necessidades de mercado, trilhando um caminho onde você possa fazer entregas de excelência e tenha a possibilidade de criar uma rede de clientes.

Para o tipo de serviços que os arquitetos entregam, o marketing principal é justamente esse: alguns serviços bem executados que falam por si mesmos. É claro que vale a pena investir em uma marca bem construída e presença online para garantir que os clientes te encontrem quando precisarem de você.

Principais erros na hora de abrir um Escritório de Arquitetura

Mesmo quem é experiente e já atuou muitos anos em empresas de outros arquitetos, pode se complicar na hora de abrir o negócio próprio. Isso porque o caminho de quem empreende é realmente diferente daquele de quem atua como empregado.

Entre as armadilhas que podem te pegar quando estiver montando o escritório, está a tentativa de dar conta de todos os tipos de projeto. Sim, você verá que isso é um erro porque cada empresa precisa destacar seu diferencial de atuação para ser reconhecida no mercado. Defina claramente qual segmento será atendido, procure montar um portfólio que apresente o seu trabalho naquele nicho que você escolheu. 

Como comentamos antes, uma estratégia para fugir da montagem de um escritório que quer dar conta de tudo mas não tem expertise para tal é contar com sócios. Numa sociedade em que cada parte tem uma experiência distinta, as habilidades se somam e a empresa ganha.

Outra grande dificuldade é o preço a ser cobrado por projeto. A insegurança do momento inicial da empresa pode impactar negativamente nos negócios caso se reflita em preços abaixo do mercado, sem estratégia de marketing associada. Quer dizer, mesmo que no início da empresa você queira oferecer algum tipo de desconto para que os clientes conheçam o seu trabalho, pense claramente sobre como essa estratégia irá funcionar, se realmente renderá clientes ou apenas pessoas interessadas nesse primeiro desconto que nunca mais farão contato com você. 

Para sair dessa dificuldade em precificar seu trabalho, procure identificar seu diferencial em relação à concorrência e avalie o quanto esse quesito vale, elevando o valor médio de mercado quando possível. Por exemplo, se você tem anos de experiência ou uma formação diferenciada, considere isso na hora de dar o valor do trabalho.

Outro erro importante é tentar atuar como se fosse um Escritório de Arquitetura, mas com a documentação de pessoa física. Isso acontece porque os empreendedores estão ainda em fase inicial, muitas vezes sem a devida formalização da empresa. As dificuldades aparecem quando o cliente solicita nota fiscal ou quando é feito o contrato para a prestação do serviços – o cliente pode inclusive desistir do trabalho.

Evitar essa dificuldade é bem fácil, porque basta procurar um escritório de contabilidade para abrir uma empresa de arquitetura da forma correta. Em geral, que trabalha com arquitetura elege a atividade econômica (CNAE) seguinte:

7111-1/00 – Serviços de arquitetura

Há outras opções de CNAE que se aplicam em casos específicos, de empresas que lidam com projetos estruturais ou paisagismo, por exemplo. Mas o CNAE 7111-1/00 é realmente o que abrange de forma os projetos que querem abrir empresa de arquitetura. 

escritorio-arquitetura-predio-moderno-

Dicas sobre como montar o próprio Escritório de Arquitetura

1. Tenha sócios que agregam

Nossa primeira dica ao montar um Escritório de Arquitetura é relacionada às sociedades. Encontre sócios que colaborem realmente com as atividades da empresa, que possam ajudar o negócio a ter diferenciais da concorrência, que somem ao seu trabalho. Hoje em dia, com a possibilidade de criação das empresas individuais, não há motivos para se criar uma sociedade sem função real. Aproveite o momento, onde já é possível até mesmo abrir empresa com a maioria dos passos pela internet, e monte um negócio que gere valor, que faça sentido, para você e seus sócios.

2. Invista em ajuda para o processo de abertura

Embora abrir empresa no Brasil esteja cada dia mais fácil, é sempre bom contar com o apoio de quem faz isso diariamente e pode lhe indicar o caminho correto dos processos. Mesmo com a evolução em relação ao volume de documentação necessária para a abertura de empresas, ainda há diversos órgãos envolvidos no processo e você precisa tramitar com os papéis (mesmo que no formato digital) de um lado para o outro. Por isso mesmo, encontre um bom escritório de contabilidade para lhe dar esse apoio.

escreitorio-arquitetura-desenho-lapis

3. Pense de forma enxuta: menos é mais

Quando você visualiza que trabalhará como empresa e não mais como pessoa física, talvez imagine um local grande, com atendimento para receber os clientes, uma sala muito estilosa para você, talvez até uma sala de reuniões.

Todas essas construções podem vir, é claro, mas pense que mesmo que você já seja um profissional gabaritado, o passo de constituir uma empresa própria deve ser feito aos poucos, minimizando os investimentos até que a clientela realmente apareça. Além disso, cada dia mais está claro para a sociedade que um bom trabalho não está relacionado ao status que o profissional ostenta, mas sim às entregas que faz.

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo

A Contabilizei faz todo o processo de abertura da sua empresa para que ela fique 100% regularizada com o mínimo de impostos. Cuidamos de toda a burocracia enquanto você economiza tempo e dinheiro.

ABRIR MINHA EMPRESA GRÁTIS

"Tornou o processo de abertura e gerenciamento da minha empresa muito simples e fácil. Plataforma única, onde consigo tudo que preciso, suporte extremamente eficiente e ágil." Leandro Bernardo - cliente Contabilizei

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo
Vitor Torres - CEO e fundador da Contabilizei

Escrito por:

Vitor Torres - CEO e fundador da Contabilizei

Vítor é Administrador de Empresas, Empreendedor Endeavor, CEO e fundador da Contabilizei, o primeiro e maior escritório de contabilidade online do país. Vítor lidera a maior inovação da indústria contábil das últimas décadas ao levar a contabilidade de pequenas empresas para o mundo digital. Atualmente, Vítor lidera mais de 400 fanáticos em contabilidade que impactam positivamente a vida de mais de 20.000 empresários no país.

Deixe um comentário

avatar