Contabilidade

Qual o objetivo da contabilidade? Entenda sua importância para as empresas

5 nov 2020

A contabilidade evoluiu com o passar dos anos e busca aprimorar e gerenciar todas as informações de gestão de uma empresa para uma tomada de decisão mais assertiva pelos negócios. Ela trata de uma ciência social, mas qual o objetivo da contabilidade? Tem como objetivo os estudos dos patrimônios, dos bens, direitos e obrigações para empresas, públicas ou privadas, e pessoas físicas e jurídicas.

Dessa forma, você e sua empresa precisam da contabilidade para projetar o crescimento do negócio de forma estratégica. 

O que é a contabilidade?

O I Congresso Brasileiro de Contabilidade, realizado em setembro de 1924, aprovou a primeira definição oficial de contabilidade no Brasil, dispondo o seguinte:

“Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, controle e registro relativo aos atos e fatos da administração econômica”.

Na teoria a contabilidade é uma ciência social que estuda e coloca em prática funções de registro e controle relativas a atos e fatos da Economia e da Administração. De forma específica, estuda e controla o patrimônio das empresas por meio de registros contábeis dos fatos e suas respectivas demonstrações de resultados produzidos.

Ela auxilia, portanto, no processo de administração das empresas, tendo papel crucial na tomada de decisões. São informações e relatórios que um contador compreende e orienta o empresário no melhor caminho a seguir para mais lucratividade e sucesso do negócio.

Qual é o objetivo da contabilidade?

Primeiramente, o objetivo da contabilidade são informações econômicas para governos, fornecedores, bancos, investidores, funcionários e sindicatos. Cada grupo principal de usuários dessas informações poderá, a partir delas, avaliar a situação econômica e financeira da empresa e fazer inferências sobre suas futuras tendências.

Afinal, o que envolve o objetivo da contabilidade?

São informações que envolvem contas a pagar e a receber, patrimônio, etc. e a partir delas é possível gerar demonstrações contábeis, tais como Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício, Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados e Demonstração de Origens e Aplicação de Recursos.

Como também dados que não são indicados nas demonstrações contábeis, como taxas de juros, taxas de depreciação do ativo imobilizado, que acabam sendo demonstrados nas Notas Explicativas, que fazem parte da contabilidade para empresas.

contabilidade-empresas-cidade

Por que a contabilidade é essencial para as empresas?

De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 60% das empresas fecham com menos de cinco anos de atividade. Isso acontece por dois motivos principais: falta de planejamento e ausência ou ineficácia da gestão financeira. 

Administrar as finanças é determinante para que uma empresa permaneça no mercado e ainda atue sob as exigências da lei e da Receita Federal. Caso contrário, o risco de fechar ou ser punida é grande. 

Por isso, o departamento contábil é capaz de garantir à sua empresa a precisão e agilidade que os negócios impõem, com segurança e controle para o seu gerenciamento. Ele garante segurança de informações e traz subsídios para um bom planejamento empresarial capaz de reduzir os gastos, analisar todo o seu patrimônio e manter as contas em dia.

Olhando para qual o objetivo da contabilidade, podemos dizer que ela tem um papel fundamental em qualquer empresa. Caso seja bem conduzida, ela poderá dar ao gestor muito mais segurança de que o negócio está em ordem e de que não há risco de deixar de pagar tributos e levar multas.

Qual a responsabilidade do contador e empreendedor?

No Brasil, temos mais de 93 possíveis tributos e 67 possíveis declarações por empresa, totalizando 160 obrigações e o contador tem o papel de calcular os tributos, enviar a folha, mas também entregar diversas declarações e preparar as demonstrações financeiras, ou seja, a contabilidade (a função primária do contador), periodicamente, é  preferencialmente mensalmente. 

Todos os tributos, assuntos de folha de pagamento e de contabilidade no Brasil são regidos por leis e parte-se do princípio que todo cidadão tem acesso e deve ter conhecimento da legislação.

Já o empreendedor, é responsável por transmitir todas as informações referentes a empresa para o contador e ter total transparência nos dados para que o contador realize os procedimentos todos alinhados com a necessidade do negócio de acordo com as obrigações e leis vigentes.

Qual é o objeto de estudo da contabilidade?

Pode-se afirmar que o objeto da Contabilidade é o estudo do patrimônio definido como o conjunto de bens, direitos e obrigações pertencentes a uma ou mais pessoas, em seus aspectos estático (econômico e financeiro) e dinâmico (variações sofridas pela riqueza patrimonial) e nos seus aspectos qualitativos e quantitativos, visando desnudá-lo e mostrar-lhe como está sua situação, no intuito de propiciar condições de intervenção no mesmo.

Patrimônio = Bens + Direitos + Obrigações

Qual é o conceito da contabilidade?

Estudando sobre qual o objetivo da contabilidade, as variações quantitativas e qualitativas que acontecem no patrimônio estão relacionadas a seu conceito. Ou seja, conjunto de bens, direitos e obrigações, o conceito da contabilidade está relacionado a um grupo de técnicas, normas e procedimentos para controlar o patrimônio e auxiliar na gestão de forma eficaz.

Como, por exemplo, a escrituração é uma forma própria desta ciência de registrar as ocorrências patrimoniais; as demonstrações contábeis são demonstrações expositivas para reunir os fatos de maneira a obter maiores informações, e a análise de balanços é uma técnica que permite decompor, comparar e interpretar o conteúdo das demonstrações contábeis, fornecendo informações analíticas.

contabilidade-empresas-time-computador

Qual é a finalidade da contabilidade?

A contabilidade assume um papel e tem como finalidade ser a ciência da riqueza, ou seja, os dados coletados são analisados dentro da gestão da empresa e é possível tomar decisões influenciadas pelos resultados.

São dados econômicos coletados, mensurados, registrados e organizados em forma de relatórios e comunicados, criado por um contador, especialista na área, para auxiliar no direcionamento das estratégias da empresa.

Com a contabilidade é possível medir os resultados das empresas, avaliando o desempenho dos negócios, e, a partir daí, dar diretrizes para as tomadas de decisões deixando claro, assim, qual o objetivo da contabilidade para as empresas. 

Quais são os usuários ou clientes da contabilidade?

Os usuários ou clientes da contabilidade são pessoas que buscam avaliar a situação patrimonial de uma empresa, além de buscarem organização da forma financeira e da gestão evitando problemas com o fisco.

Podem ser internos e externos, como:

1. Internos

Usuários internos são aqueles que estão diretamente relacionados à atividade rotineira da empresa e utilizam os dados contábeis em suas funções.

Administradores;

Proprietários, acionistas ou investidores;

Contadores e Auditores internos;

Outros funcionários.

2. Externos

Usuários externos são aqueles que apenas se interessam pelos dados contábeis, sem participar ativamente dos processos da empresa, como:

  • Governo;
  • Bancos;
  • Fornecedores;
  • Acionistas potenciais;
  • Outros interessados.

Quem pode exercer a função da contabilidade?

Apenas especialistas na área, formado em Ciências Contábeis ou Contabilidade, com aprovação no Exame de Suficiência e registrados em CRC (Conselho Regional de Contabilidade).

O Profissional da Contabilidade pode exercer múltiplas funções, podendo atuar como:

  • Autônomo
  • Empresário de Contabilidade
  • Auditor Independente, Auditor Interno
  • Consultor Tributário
  • Controller
  • Auditor Fiscal
  • Perito Contábil
  • Membro de Conselho Fiscal e de Administração
  • Árbitro em câmaras especializadas
  • Acadêmico
  • Membro de Comitês de Auditoria
  • Membro de Entidade de Classe
  • Executivo

Quais são as rotinas de contabilidade?

Qual a importância da contabilidade e de suas rotinas? Para as empresas, as rotinas contábeis são: planejamento financeiro, planejamento estratégico e obrigações acessórias. O contador se torna o responsável pela área fiscal e contábil para realizar corretamente os procedimentos, evitando problemas e auxiliando no crescimento do negócio.

1. Controle Financeiro

O controle financeiro, seja para empresas de pequeno porte ou grandes organizações, é um ponto bastante sensível. Principalmente em negócios menores é uma das maiores dores do cliente. Vê-se, com frequência, confusão entre as finanças da pessoa física e da pessoa jurídica, inadimplência de clientes que podem comprometer o capital de giro, ou uma simples desorganização financeira. Todas essas situações podem comprometer a saúde financeira da empresa.

Com o controle financeiro organizado pelo contador, as empresas possuem mais condições de contratar empréstimos e financiamentos quando necessário. Não só o controle financeiro, mas uma contabilidade bem organizada e estruturada, com os relatórios contábeis em dia e com informações corretas.

2. Fluxo de caixa

O empreendedor que se inicia na gestão financeira se depara primeiramente com um relatório de fluxo de caixa. Mas há grandes chances de esse documento não significar absolutamente nada para ele, por falta de compreensão sobre as informações.

E aí entra o papel do contador: traduzir as informações e dar dicas simples sobre o controle de fluxo de caixa. Segmentar as despesas em ordinárias e extraordinárias, por exemplo, é uma medida simples e eficiente. Com pequenas atitudes, o empresário consegue fazer uma boa gestão e enxergar a importância da contabilidade em sua rotina.

3. Obrigações acessórias

Esse é um dos principais serviços pelos quais os contadores são procurados. Apesar de ser burocrático e não demonstrar tanto a importância da contabilidade para as empresas, ele é essencial. Qualquer escritório presta esse serviço e há, inclusive, soluções tecnológicas que auxiliam na tarefa.

Entregar obrigações acessórias dentro do prazo é uma forma de garantir que a empresa esteja em dia com a Receita Federal, o que evita a imposição de sanções e multas. Ainda que ela demonstre pouco a importância da contabilidade, o cliente sabe que isso precisa ser feito.

4. Plano tributário

Com esse plano, encontra-se uma maneira legal de pagar menos tributos a partir da opção pelo regime tributário mais indicado para o cliente. Apesar de o senso comum acreditar que o Simples Nacional é a melhor opção até que se atinja o limite, nem sempre isso ocorre. Por isso, é importante contar com um profissional para realizar uma análise detalhada da empresa e escolher o melhor enquadramento.

Pelo fato de o faturamento mudar conforme o tempo, é importante ter o auxílio do contador na rotina empresarial para avaliar periodicamente o planejamento tributário. Vale destacar a importância da contabilidade neste ponto, pois gera uma grande economia para o negócio.

contabilidade-empresas-cifrao

Contabilidade: muito mais que obrigação, uma estratégia

A contabilidade para empresas é um fator primordial para controlar o patrimônio, coletar dados para serem transformados estrategicamente em procedimentos e ações que direcionam a tomada de decisão do negócio, além de ser extremamente importante o fator de análise do lucro e prejuízo da empresa.

Se você e sua empresa estão sem saber os próximos passos, a Contabilizei tem uma equipe de profissionais especializados para um acompanhamento completo da sua empresa, com qualidade e segurança.

Charles Goularte

Charles é formado em contabilidade pela FAE Centro Universitário e MBA em Gestão Empresarial, Administração e Negócios. Depois de começar sua carreira como contador, trabalhou por 14 anos em uma empresa de logística como superintendente de negócios e diretor, até chegar à Contabilizei na gestão de atendimento ao cliente, operações contábeis e serviços.

Deixe um comentário

avatar