Contabilidade para Youtubers: Como funciona e porque contar com assessoria especializada no assunto?

| Atualizado em 22/07/21 | 10 minutos de leitura

Você estava sentado no sofá da sua casa e teve a melhor idéia da sua vida: ganhar dinheiro falando sobre as coisas que você mais gosta. Pode ser decoração, games, contabilidade (tipo o canal da Contabilizei) – pode ser sobre praticamente tudo! 

Agora que o seu canal está indo de vento em popa, o que é realmente necessário fazer para que essa sua nova maneira de ganhar a vida seja uma negócio de sucesso? Será que a melhor forma é ser esse tipo “informal” ou buscar um formato de empresa é uma escolha mais acertada?

Vamos juntos nessa descoberta – e já de antemão adiantamos: sempre vale a pena pesquisar suas opções.

CTA Abertura 1_11/2020

Por que Youtubers precisam de contabilidade? 

Tudo começa com a ideia de abrir uma empresa – ou não. Até para responder a essa pergunta inicial um contador com experiência poderá lhe ajudar, porque o cálculo da diferença entre pagar impostos como Pessoa Física ou Jurídica é fundamental para esse momento.

Então, os Youtubers precisam da contabilidade da mesma forma que qualquer profissional precisa se munir de staff qualificado para as atividades que são acessórias ao seu negócio: ninguém que realmente faz dinheiro com qualquer tipo de atividade o fará sem ter que dar explicações fiscais aos governos. Digamos que isso faz parte da fama: ao mesmo tempo que seus vídeos ganham cada vez mais qualidade, seu negócio também deve ganhar robustez – e isso não se faz sem ter clareza das responsabilidades contábeis.

Como funciona a contabilidade para Youtubers e empreendedores digitais? 

A contabilidade é para todos – porque, afinal, viver em sociedade é contribuir também com os impostos para o bem comum e o funcionamento da máquina pública. E para além do bom senso comunitário, você está dentro de um sistema jurídico que prevê sanções e multas para quem tenta fazer as coisas “por fora”, e isso acaba por impor uma atitude formal para seus negócios.

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A Contabilizei é líder em abertura de empresas, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.






TUDO CERTO!

Recebemos suas informações, logo nossos especialistas entrarão em contato.

Sendo assim, faça o que você faça para ganhar dinheiro, você precisa se perguntar sempre: estou com os meus acertos tributários organizados da melhor forma?

Hoje em dia abrir uma empresa não é nenhum bicho de sete cabeças – realmente houve investimento do poder público em facilitar a burocracia e abrir os caminhos para o empreendedor. Há até mesmo boas opções de assessoria on-line para começar o seu negócio.

Outra questão que você pode e deve pensar desde o começo é sobre o registro do seu canal como marca patenteada. Mesmo tendo um contrato com o YouTube, não há garantia da segurança da sua marca somente utilizando os processos da organização, uma vez que se trata de uma empresa com finalidade de lucro, não tendo responsabilidade jurídica sobre assegurar o seu registro ou limitar a ação de outros usuários, conforme explicita diretamente a política própria:

“O YouTube não pode mediar disputas entre criadores de conteúdo e proprietários de marcas registradas. Podemos realizar uma investigação limitada sobre as reclamações que forem razoáveis e remover o conteúdo em caso de violação clara” .

contabilidade-youtubers-microfone

Imposto de renda para Youtubers

Os empreendedores digitais também precisam declarar seus rendimentos, seja como pessoa física ou como empresa. 

Na declaração como pessoa física, as faixas de tributação são de acordo com o rendimento mensal do contribuinte, começando em 7,5% mas podendo chegar até 27,5% (nessa última faixa, o valor precisa ultrapassar apenas R$4.664,68 por mês).

Mesmo sendo de fonte estrangeira (os pagamentos dos Youtubers vem da Google, empresa norte americana), o pagamento é feito para o seu CPF e passará por algum tipo de registro bancário, o que facilita – e muito – para que a Receita Federal identifique que você está obtendo ganhos sem tributação. Se chegar a hora de apresentar seu imposto de renda e você ignorar esses valores, pode receber multa sobre os valores omitidos.

É nesse ponto que, ao consultar sobre a abertura de empresa com um profissional especialista, será indicado que o seu negócio seja tratado como Pessoa Jurídica, porque a tributação pode ser muito menor.

Carnê leão para Youtubers

Se você optou por receber seus rendimentos como autônomo, você mesmo precisa declarar para a Receita Federal quais valores recebeu, para que sejam feitos os cálculos de impostos devidos. 

Conforme já comentamos neste artigo, em especial os recursos vindos de fontes do Exterior do país, como é o caso dos pagamentos aos YouTubers, são informados para a Receita desta forma, já que a fonte pagadora não recolhe nenhum tipo de imposto no ato do pagamento.

Como funciona a tributação para Youtubers? 

Para planejar o seu negócio, você precisa saber primeiro que a tributação vai variar consideravelmente conforme a faixa de faturamento da sua empresa: os menores impostos incidem sobre os Microempreendedores Individuais (MEI), que tem o faturamento de até R$81 mil por ano.

Se você percebe que o seu faturamento é maior do que isso, você já está em outro patamar de empresa, mas mesmo assim o regime do Simples Nacional ainda pode ser uma boa opção, porque abrange faturamento de até R$4,8 milhões.

O legal do regime tributário do Simples Nacional é que foi pensado para ajudar os micro e pequenos empresários a pagar as taxas devidas com vantagens – os impostos podem ser bem menores do que por outro regime – mas também com facilidade: requer o pagamento de uma taxa única, diminuindo a burocracia.

contabilidade-youtubers-youtube

Youtuber pode ser pessoa física para receber dinheiro? 

O YouTuber pode ser conhecido também como autônomo ou freelancer, uma vez que a remuneração que recebe da empresa que lhe empresa o espaço – o YouTube – é esporádica e sem vínculo empregatício. 

Sendo assim, você que está atuando nesta área tem duas opções claras para prestar suas contas com o fisco: ou apresenta os rendimentos simplesmente como autônomo e se enquadra na categoria de impostos para Pessoa Física; ou abre uma empresa para fazer a contabilidade através dela, sendo tributado pela Pessoa Jurídica.

Não é ilegal receber os valores como Pessoa Física, mas na grande maioria das vezes não é o melhor movimento porque o valor que sobra para você, tirando os pagamentos das taxas, é menor do que se você tiver uma empresa.

Qual CNAE os Youtubers devem escolher? 

Os empreendedores digitais também estão respaldados pelas atividades econômicas cadastradas pelo Governo Federal – contando com algumas opções de CNAE (Classificação Nacional de Atividade Econômica) para se registrar.

Dependendo do assunto sobre o qual você fala, existem alguns CNAE que podem contemplar a atividade (que podem ser consultados na nossa Tabela), mas uma descrição bastante utilizada para os profissionais que atuam neste ramo é a de Editor de Vídeo Independente (CNAE 5912-0/99), que habilita atividades de pós-produção cinematográfica, de vídeos e de programas de televisão não especificadas anteriormente. O bacana é que esta atividade é parte da Lista do MEI – então, o Youtuber que se formalizar com este código pode se enquadrar como Microempreendedor Individual (lembrando que há o limite de faturamento de R$81 mil por ano).

Para escolher com qual atividade econômica se cadastrar, pesquise uma que indique claramente o que você faz, porque se houver divergência entre o que você faz e a atividade registrada, pode ocorrer uma série de dores de cabeça desnecessárias, podendo até indicar que você está em prática irregular na sua empresa.

Como pagar menos impostos como Youtuber? 

Em geral, o Youtuber paga menos impostos quando está formalizado como empresa, podendo inclusive ser inscrito como MEI. 

Mas a questão de como pagar menos impostos está vinculada ao tipo de ganhos que você tem e ao volume. Se você está começando a utilizar algum tipo de plataforma online como segunda opção de renda, é preciso apenas se informar sobre a melhor maneira de fazer as coisas – porque nem sempre o caminho é um só para qualquer caso.

A tributação varia de acordo com a faixa de renda tanto para Pessoa Física quanto para Pessoa Jurídica. No segundo caso, conforme o tamanho da empresa há mais ou menos vantagens oferecidas pelos Governos – e as menores empresas são certamente as mais beneficiadas. 

Fale com um serviço de contabilidade de confiança para conferir se o seu porte ainda é indicado para Pessoa Física ou se a abertura de empresa vai lhe garantir maior rentabilidade.

contabilidade-youtubers-camera

Como Youtubers ganham dinheiro? 

A renda de quem tem atividades pela internet é mais ou menos como a renda de qualquer tipo de mídia: vem dos anúncios. A grande sacada do digital, na verdade, é que os anunciantes não precisam fazer contratos individuais com cada um dos canais (embora o façam com canais maiores e de interesse para o seu negócio), eles podem ter um contrato diretamente com plataforma de mídia, que divide com cada usuário os rendimentos conforme o número de acessos.

O Google AdSense, por exemplo, permite que qualquer empresa compre valores grandes ou pequenos de publicidade nos seus sites associados. Os criadores de conteúdos ofertam espaços nos seus sites, e o AdSense aloca o anúncio de quem pagou neste local. A partir daí, o dono do espaço recebe o valor correspondente ao anúncio que foi veiculado – o valor vai depender da quantidade de pessoas que viu e dos que clicaram no anúncio.

Para quem trabalha diretamente no YouTube, a forma de monetizar os vídeos é inserindo anúncios no seu conteúdo – e a cada 1000 views (mil pessoas que visualizaram o anúncio), o dono do canal ganha uma certa quantidade de dinheiro.

O que faz com que realmente os canais passem a receber valores viáveis para serem chamados de bom negócio são propagandas pagas diretamente pelos anunciantes ao dono do canal – uma Youtuber de beleza, por exemplo, em geral mantém contratos com as marcas de produtos que utiliza. E é aí que o número de inscritos no canal ajuda: o seu anunciante vai saber que há aquele total de interessados nas suas publicações, e se houver compatibilidade com o produto dele, pode dar negócio.

E para além das propagandas, outros produtos associados ao negócio também costumam ser bastante lucrativos: alguém com boa visibilidade online pode, por exemplo, montar um curso (online ou presencial), e receber bons valores com as inscrições dos participantes. Também é possível comercializar e-books, podcasts ou vídeoaulas, por exemplo. Para esse tipo de vendas a plataforma Hotmart pode ser uma boa saída, porque permite e a divulgação facilitada dos produtos (que contam com os Afiliados para ajudar na comercialização).

FAQ - Perguntas frequentes

Youtubers devem registrar o canal como marca?

Devem. Somente o registro legal traz segurança para o negócio, uma vez que a empresa Google, responsável pelo YouTube, indica claramente em sua política interna que não tem poder de mediação entre as partes usuárias da plataforma.

Os ganhos dos Youtubers com AdSense podem ser omitidos perante a Receita Federal?

Não. Em função da transação para recebimento do dinheiro, a Receita Federal facilmente tem acesso às informações sobre os ganhos obtidos como Youtuber, podendo incidir multa e penalidades para aqueles que omitirem essa fonte de renda.

Como declarar ganhos do AdSense de Youtubers?

Os ganhos podem ser declarados diretamente como Pessoa Física ou podem ser indicados como receita da Pessoa Jurídica. Geralmente, a declaração como Pessoa Jurídica apresenta mais vantagens e menor tributação.

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo

A Contabilizei faz todo o processo de abertura da sua empresa para que ela fique 100% regularizada com o mínimo de impostos. Cuidamos de toda a burocracia enquanto você economiza tempo e dinheiro.

ABRIR MINHA EMPRESA GRÁTIS

"Tornou o processo de abertura e gerenciamento da minha empresa muito simples e fácil. Plataforma única, onde consigo tudo que preciso, suporte extremamente eficiente e ágil." Leandro Bernardo - cliente Contabilizei

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo
Charles Gularte

Escrito por:

Charles Gularte

Charles é formado em contabilidade pela FAE Centro Universitário e MBA em Gestão Empresarial, Administração e Negócios. Depois de começar sua carreira como contador, trabalhou por 14 anos em uma empresa de logística como superintendente de negócios e diretor, até chegar à Contabilizei na gestão de atendimento ao cliente, operações contábeis e serviços.

Deixe um comentário

avatar