Quanto ganha um engenheiro? Salários da profissão no Brasil em 2021

| Atualizado em 01/02/21 | 11 minutos de leitura

Você sabia que existem no Brasil mais de 600 mil engenheiros atualmente e, todos os anos, 40 mil pessoas se formam na área? Essas são estimativas do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea) que demonstram como essa é uma profissão que cresce no país.

Quanto ganha um engenheiro no Brasil?

No Brasil, de acordo com a Lei 4.950-A, de 1966, os profissionais de Engenharia, Química, Arquitetura, Agronomia e Medicina Veterinária têm seus salários determinados por uma tabela fixa, vinculada ao salário mínimo vigente no país e relacionada à jornada de trabalho diária do profissional. Esses valores independem do local de atuação do engenheiro. Dessa forma, são calculados assim:

  • jornada diária de 6 horas = 6 salários mínimos;
  • jornada diária de 7 horas = 7,25 salários mínimos;
  • jornada diária de 8 horas = 8,5 salários mínimos.

Qual a média salarial de um engenheiro?

Segundo o levantamento, com base em 3.241 salários postados por funcionários no Love Mondays para este cargo, a área de petróleo é a mais bem paga para engenheiros – a média de salário para este cargo é de R$ 15.126. Já o posto de engenheiro sanitarista tem média salarial de R$ 4.628.

Confira abaixo quanto ganha um engenheiro e os salários médios:

  • Engenheiro de Petróleo: R$ 15.126
  • Engenheiro de Segurança no Trabalho: R$ 8.024
  • Engenheiro de Minas: R$ 7.768
  • Engenheiro Naval: R$ 7.559
  • Engenheiro Mecânico: R$ 7.546
  • Engenheiro Civil: R$ 7.325
  • Engenheiro de Produção: R$ 7.312
  • Engenheiro de Telecomunicações: R$ 7.080
  • Engenheiro Eletricista: R$ 7.043
  • Engenheiro Químico: R$ 7.009
  • Engenheiro Agrícola: R$ 6.897
  • Engenheiro de Software: R$ 6.648
  • Engenheiro Industrial: R$ 6.571
  • Engenheiro Mecatrônico: R$ 6.310
  • Engenharia Ambiental: R$ 6.234
  • Engenheiro de Controle e Automação: R$ 5.992
  • Engenheiro Florestal: R$ 5.966
  • Engenharia Aeronáutica: R$ 5.526
  • Engenheiro de Alimentos: R$ 4.878
  • Engenheiro Sanitarista: R$ 4.628
  • Engenheiro de Desenvolvimento de Produtos: de R$ 6.780 a R$ 9.109
  • Engenheiro Eletrônico: de R$ 6.417 a R$ 8.301
  • Engenheiro de Instalações: de R$ 6.929 a R$ 9.333
  • Engenheiro de Manutenção: de R$ 6.630 a R$ 8.696
  • Engenheiro de Projetos: de R$ 6.279 a R$ 8.691
  • Engenheiro de Processos: de R$ 6.532 a R$ 8.485
  • Engenheiro de Qualidade: de R$ 6.411 a R$ 8.170
  • Engenheiro de Segurança do Trabalho: de R$ 6.265 a R$ 8.216
  • Engenheiro de Vendas: de R$ 6.802 a R$ 8.888
salario-engenheiro-profissional-papeis

Quanto ganha um engenheiro civil?

De acordo com esses valores, o salário de um engenheiro civil, em 2019, foi de R$ 8.483 para uma jornada completa de 8 horas de trabalho por dia. Entre as profissões mais bem pagas do país, o engenheiro civil recebe em média salários de mercado acima dos R$ 4.000, variando de acordo com a experiência do profissional.

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

O salário inicial de um recém-formado em Engenharia Mecânica no Brasil é de R$ 6.000 para uma carga horária de 42 horas semanais. Os profissionais que contam com mais experiência recebem uma média de R$ 8.051 para jornadas de 44 horas por semana.

Esse valor aumenta de acordo com os anos de atuação do profissional, podendo atingir até R$ 18.000 no caso de pessoas que assumem cargos de chefia.

Como é a carreira do engenheiro?

Deixando de lado sobre quanto ganha um engenheiro, vamos falar sobre a carreira agora. O engenheiro conta com um campo de atuação extremamente vasto, podendo empreender seu próprio negócio, trabalhar em empresas privadas de vários portes e ainda ocupar posições em órgãos públicos. Além disso, vale destacar que as possibilidades de formação e de especialização dessa área são diversas. 

Essa é uma profissão regulamentada desde o ano de 1933 no Brasil. Vale lembrar que, para que o profissional exerça essa profissão, ele precisa fazer o curso superior de Engenharia (que geralmente dura cinco anos) em uma instituição de ensino que seja reconhecida pelo MEC e obter registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, o conhecido CREA.

A Engenharia é uma carreira em alta aqui no país, e a demanda por esses profissionais vai continuar bem intensa nos próximos anos. Apesar da grande quantidade de engenheiros que se forma todo ano, ainda se fala em escassez de mão de obra qualificada na área para atender a todas as necessidades do mercado.

É importante mencionar que a reputação da faculdade é um fator que geralmente facilita muito a colocação do profissional no mercado. Diante de uma disputa por vaga, por exemplo, o simples fato de ter feito o curso em determinada instituição acaba representando uma grande vantagem competitiva nos critérios de desempate.

O que vale mais a pena, ser engenheiro autônomo ou assalariado?

Para saber o que vale mais a pena e quanto ganha um engenheiro para poder faturar mais, é preciso entender as formas de atuação mais usadas na engenharia.

O engenheiro é classificado como profissional liberal, de acordo com a Nota Técnica nº 11, de 2006, do Ministério do Trabalho. Os profissionais liberais – cuja Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) não traz explicitamente o conceito dessa categoria – podem exercer suas atividades de forma autônoma, na qualidade de empregado ou ainda na qualidade de empregador. 

O liberal, obrigatoriamente, deve ter nível universitário ou técnico para poder exercer sua profissão. Já o autônomo se dedica a uma atividade de maneira independente, sem precisar de formação acadêmica ou técnica na área nem registro em órgão de classe.

O engenheiro também exerce sua profissão como celetista (CLT) ou carteira assinada e no serviço público, em todos os níveis (União, Estado e Município), como concursado. Ou seja, é vasta a forma desse profissional exercer sua atividade tão importante para o desenvolvimento do País.

Vale lembrar que deve estar de acordo com as leis nacionais e tendo sempre como foco a valorização profissional do engenheiro. A precarização de qualquer atividade laboral não é boa para ninguém.

salario-engenheiro-mao-tablet

Resumindo, é melhor ser PJ ou Profissional Liberal?

1. O PJ sempre pagará menos impostos

Independente do quanto ganha por mês como profissional liberal, abrir uma empresa sempre será vantajoso do ponto de vista financeiro. Em média, é possível economizar até 20% fazendo essa transição. 

2. Vínculo empregatício configura CLT

Ao trabalhar como PJ, o profissional não pode ter vínculo empregatício com a empresa. Se presta serviço de forma independente, ser PJ é a melhor solução, porém, se cumpre horários ou tem qualquer outra característica que se torna funcionário da empresa, é preciso ser registrado via CLT.

3. O contador é essencial

Mesmo se fizer opção em continuar trabalhando como profissional liberal, é muito importante procurar um contador especializado. É muito comum que engenheiros, assim como outros profissionais, acabam deixando de declarar imposto ou pagar taxas por falta de conhecimento ou auxílio. 

As consequências para isso são gravíssimas, já que a Receita Federal pode cruzar os dados a qualquer momento e cobrar impostos que estão atrasados – causando até mesmo a suspensão do CPF. Portanto, conte sempre com ajuda, mesmo que você decida não abrir uma empresa no momento. 

4. Como empresa, você pode aumentar os rendimentos e contratar funcionários

Entre as vantagens de ser PJ é ter a possibilidade de se tornar uma empresa de fato. É possível contratar funcionários, trabalhar para diversos clientes ao mesmo tempo e crescer como negócio. 

Apesar de ser um direito para o Profissional Liberal ter um funcionário, ele jamais poderá montar uma equipe grande, essencial para que uma empresa possa se desenvolver.

Como abrir uma empresa de engenharia e faturar mais?

Abrir uma empresa de engenharia é como ter um negócio, independente do setor, e isso impacta no quanto ganha um engenheiro. 

É preciso regulamentar a empresa, pensar na gestão, na divulgação, no espaço e todas as formalizações necessárias, assim como o tipo da empresa e o regime de tributação para evitar qualquer erro e lucrar mais.

Primeiros passos para abrir uma empresa de engenharia

Faça um planejamento, com o foco em:

  • Conhecer o público que deseja atingir com sua prestação de serviço;
  • Fazer um plano de negócios detalhado com todas as informações que possam influenciar no seu empreendimento;
  • Analisar local adequado;
  • Entender quais são as necessidades primordiais quanto a equipamentos e corpo colaborativo;
  • Entender qual será o investimento inicial;
  • Entender todos os documentos necessários para a abertura de empresa junto ao seu município. Nesse ponto, ter um contador se torna essencial!

Tenha em mente que uma empresa nesse segmento precisa de licenças de funcionamento e também registros no CREA. Atente-se às normas de segurança da área de engenharia para evitar situações embaraçosas.

Para saber mais como abrir uma empresa de engenharia, temos um passo a passo completo.

salario-engenheiro-homem-computador-scaled-e1612209103326

Como planejar uma carreira de sucesso?

Veja alguns pontos fundamentais para o sucesso na carreira e como você deve se preocupar com a sua gestão de carreira para atingir seus objetivos:

1. Seja diferente

Para se destacar em um universo tão competitivo é preciso ir além do básico. Seguir estudando é um dos principais métodos para buscar a diferenciação através da especialização nos assuntos que você entenda como importantes. O conhecimento é fundamental e, se você não buscá-lo, outros farão no seu lugar.

2. Seja curioso

Uma das funções mais bacanas da engenharia é a oportunidade de inovar. Projetos novos e dos mais diferentes assuntos surgem o tempo todo e essa é uma grande chance para colocar em prática as ideias que foram surgindo ao longo da sua formação acadêmica.

Um ponto chave para esse processo de inovação é o questionamento. “Por que não podemos fazer diferente?” ou “Por que não seguimos desta forma?”. São duas perguntas que devem estar na ponta da língua nas reuniões, estimulando o debate e o interesse nos projetos em que participar.

3. Networking

Ao longo das atividades que for desenvolvendo, vai ter grandes oportunidades de conhecer os mais diferentes tipos de pessoas e cargos. Aproveite para fazer trocas de informações, fazer também parcerias para desenvolver laços importantes para o futuro.

4. Paixão

É preciso estar sempre motivado buscando ter vontade nas atividades de rotina para poder realizar o questionamento e a evolução profissional e pessoal.

5. Organização e planejamento

Essas são características que ajudam o profissional a sempre manter o foco, gerir bem o seu tempo e otimizar processos. Assim, fica mais fácil tomar decisões e cumprir as metas estabelecidas.

6. Bom marketing pessoal

Além de ser um excelente profissional, é preciso mostrar as suas qualidades para as outras pessoas. Pense na melhor forma de se vestir, de falar e como lidar com quem está à sua volta, sem nunca abrir mão do profissionalismo.

Como mostrar diferencial?

1. Traduza seu sucesso em números

Sempre que possível, tente apresentar suas conquistas em números, em vez de apenas descrevê-las. Destaque, por exemplo, quantas pessoas compareceram a um evento que você organizou, quantos atendimentos fez em um determinado período de tempo ou os valores financeiros geridos por você quando ocupava uma função anterior. 

2. Mostre a concorrência superada

Essa dica vale para quando for falar, por exemplo, de um prêmio conquistado. Além de dizer que você foi o vencedor, deixe claro como a disputa foi acirrada e quanta gente boa você deixou para trás.

3. Busque referências de antigos empregadores

Se já tiver acumulado outras experiências de trabalho, peça um feedback ao seu antigo empregador, a um professor, a um cliente já atendido. Isso mostra às empresas como você é capaz de construir também uma rede de relacionamento durante a sua carreira.

4. Associe-se a grandes marcas

Empresas e instituições já consolidadas no mercado têm uma credibilidade que mostrará o seu diferencial de estar envolvido com marcas que tenham propósito.   

Comece do jeito certo o seu escritório de engenharia

A profissão de engenharia tem diversas especializações e desenvolver algumas habilidades, como comunicação, presença e empatia são fundamentais para alavancar a carreira e ao mesmo tempo ter bons clientes.

O sucesso é o resultado do aprimoramento constante de cada profissional, por isso, comece na carreira abrindo sua empresa de forma regularizada e com profissionais especializados, para que possa lucrar e ter um crescimento contínuo.

Guilherme Soares

Escrito por:

Guilherme Soares

Guilherme é engenheiro formado pela Universidade de São Paulo com mestrado em administração de empresas pela London Business School. Guilherme atuou como consultor de estratégia de negócios na Bain & Company e liderou áreas de estratégia comercial e produtos na Latam Airlines Cargo e Cielo. Iniciou na Contabilizei em 2018.

Deixe um comentário

avatar