Empreendedorismo

10 Oportunidades de Desenvolver sua Carreira e Negócios

Atualizado em 13 maio 2020

Além de conhecer bem seu ramo de atividade, desenvolver habilidades técnicas e comportamentais é essencial para manter sua empresa funcionando e ter um negócio de sucesso. Somada às questões práticas do dia a dia, lidar com as pessoas (e consigo mesmo) da melhor maneira possível, são outras formas de alcançar seus objetivos.

Hard skills e soft skills são dois termos bastante utilizados no setor de Recursos Humanos das empresas, especialmente na hora de realizar contratações. 

No entanto, esse conceito pode facilmente ser aplicado na vida pessoal e profissional de empreendedores de carreira como você, que trocaram a carreira no regime CLT para abrir o próprio negócio.

Trata-se de desenvolver habilidades comportamentais e técnicas que ajudam a lidar com outras pessoas, e que também aprimoram conhecimentos relacionados às ferramentas que a sua empresa precisa para funcionar bem.

Mas quais seriam as oportunidades que esse conceito traz que ajudam no seu crescimento como pessoa, na sua visão de empreendedorismo e no sucesso do seu negócio? Descubra agora!

Dicas para desenvolver a sua carreira e o seu negócio

Quem abre um negócio próprio, além da vontade de empreender, precisa ter um bom conhecimento sobre o setor no qual está entrando.

Neste ponto, as hard skills são fundamentais, pois dizem respeito às habilidades e aptidões técnicas que podem ser aprendidas por meio de graduações, mestrados, doutorados, cursos técnicos e treinamentos, por exemplo.

Porém, para que um negócio dê certo é preciso também saber lidar com pessoas. São fornecedores, parceiros, funcionários, sócios e, principalmente, clientes, que precisam da sua atenção e suporte todos os dias.

Para ter o jogo de cintura necessário que esses relacionamentos exigem é preciso colocar em prática suas soft skills, que são habilidades sociocomportamentais e aptidões mentais individuais. Como exemplo, podemos citar proatividade, capacidade de persuasão, senso de liderança, entre outras.

E como desenvolver essas habilidades e causar impacto positivo na sua carreira e no seu negócio? Veja estas dicas!

1. Determine a missão, visão e valores da sua empresa

Você sabe com o que quer trabalhar, por exemplo, prestar um serviço ou fabricar e vender um produto, certo? No entanto, já definiu a missão, a visão e os valores da sua empresa?

Esses três conceitos ajudam não só a dar vida ao seu projeto, mas também colaboram para a organização e o desenvolvimento.

Vale lembrar que um negócio não é definido pelo nome que recebe ou pelo que comercializa, mas sim por sua razão de existir. Assim, define-se como missão o propósito pelo qual sua empresa foi criada.

Por exemplo, um salão de beleza tem como missão promover a autoestima, já uma escola, desenvolver conhecimento, e assim por diante.

Quanto à visão, trata-se do objetivo genérico da empresa, ou seja, aquilo que pretende alcançar tanto para si quanto para o público por meio do que oferece.

Os valores complementam os dois conceitos anteriores e dizem respeito ao que motiva a empresa a funcionar todos os dias. Somam-se a essa definição as crenças, atitudes e filosofia da organização.

A maneira mais indicada de chegar a essas três definições é respondendo a perguntas diretas como:

  • Por que minha empresa existe?
  • Para quem meu negócio foi criado?
  • O que pretendo gerar de valor com meus produtos e serviços?

2. Defina objetivos alcançáveis

Qual objetivo passou na sua cabeça quando decidiu abrir um negócio? Ser seu próprio patrão? Ter autonomia e equilibrar melhor vida pessoal e profissional? 

Seja qual for o seu motivo, o fato é que todos os empreendedores têm algo em mente quando decidem iniciar essa jornada. No entanto, é essencial que esse objetivo seja possível de ser alcançado, do contrário, pode levar à frustração e até ao fechamento da empresa.

Ou seja, de nada adianta querer vender, por exemplo, R$ 400 mil no primeiro ano se você sabe que diversos fatores influenciam nesse resultado.

Assim, é preciso criar um objetivo para a sua empresa que seja SMART:

  • Specific (específico);
  • Measurable (mensurável);
  • Achievable (alcançável);
  • Relevant (relevante / realista);
  • Time bound (com tempo definido / prazo).

Dessa forma, você terá um caminho a seguir possível de ser trilhado, dando ânimo e condições para ir adiante.

3. Desenvolva um bom plano de negócio

Especialmente para quem está começando, elaborar um plano de negócio é essencial para direcionar cada passo a ser dado.

Nesse documento, você deve descrever a missão, visão, valores e objetivos da sua empresa, mas também informações sobre seu ramo de atuação, concorrentes, produtos, serviços, perfil dos clientes e outros detalhes essenciais para o seu crescimento.

O plano de negócio ajuda a identificar, ainda no papel, possíveis falhas. Com isso, você pode fazer os ajustes necessários na sua estratégia e evitar erros antes mesmo de iniciar uma atividade.

4. Aprimore seus conhecimentos

Conhecimento nunca é demais. Ainda que considere que saiba muito sobre o seu negócio, manter-se em constante atualização é essencial para atender melhor o público e se destacar dos concorrentes.

Por isso, sempre que possível, realize cursos para atualizar algo que você já sabe e para aprender coisas novas. 

5. Aprenda a lidar melhor com a parte financeira

Saber como lidar com a parte financeira de uma empresa é um dos principais desafios dos empreendedores.

De acordo com um levantamento do Sebrae, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, 39% das empresas que fecharam antes dos 5 anos de vida foi devido a não saber qual era o capital de giro necessário para se manter funcionando.

Outro montante, 42%, fechou as portas porque não souberam calcular o volume de vendas necessário para cobrir os gastos e gerar lucros.

Ou seja, a parte financeira é fator primordial para o sucesso de um negócio. Assim, se você não tem conhecimento sobre o assunto, é interessante buscar aprender mais sobre o tema ou pedir ajuda de profissionais.

Além disso, vale lembrar que toda empresa deve prestar contas mensalmente de sua movimentação financeira, bem como pagar os devidos tributos. Exceto MEI (Microempreendedor Individual), os demais modelos empresariais têm diversos documentos fiscais que precisam ser apresentados.

Também por esse motivo, o suporte de um escritório de contabilidade é essencial para manter tudo em dia.

6. Trabalhe seu autoconhecimento

Todas as pessoas têm qualidades, mas também pontos em sua postura e comportamento que precisam ser melhorados. Assim, o autoconhecimento é fundamental para identificar o que deve ser aperfeiçoado em si mesmo.

Ter um negócio envolve, direta ou indiretamente, lidar com pessoas. Por isso, saber seus limites, mas buscar um aprimoramento constante para tornar essas relações melhores também é essencial para o sucesso da sua empresa.

7. Faça networking

Por falar em pessoas, a prática de networking é fundamental para a sobrevivência de um negócio. 

Consiste na habilidade de desenvolver e manter uma boa rede de contatos. Com isso, é possível estabelecer novas parcerias, identificar outros nichos de atuação, aumentar a carteira de clientes, entre diversas outras vantagens.

8. Esteja por dentro das novidades do mercado

Chega ser lugar-comum dizer que as coisas mudam muito rapidamente. No entanto, isso é a mais pura verdade.

Por esse motivo, ainda que seu negócio esteja indo bem, é importante que você se mantenha atualizado sobre o seu ramo de atuação. 

As novidades surgem muito rápido e, quem estiver ciente delas, tem mais chances de trazê-las aos clientes primeiro e, com isso, também aumentar as vendas.

9. Prepara-se para diferentes cenários

Se dissessem que em 2020 estaríamos vivendo uma pandemia devido a um vírus, possivelmente, diríamos se tratar de enredo de um filme.

Porém, isso realmente está acontecendo e impactando diretamente a vida financeira de muitas pessoas, bem como das micro e pequenas empresas.

Ainda que seja algo que fuja do controle, para que seu negócio passe por momentos como  esse sem grandes consequências é essencial pensar nos piores cenários e criar planos de ação para sair deles.

Por exemplo, ter uma reserva de caixa que permita suprir os gastos mensais por algum tempo; ter outras formas de manter as vendas, como serviços on-line, delivery etc.

10. Inspire-se em quem já chegou ao topo

Originalidade é um ponto de destaque para qualquer negócio, porém, nada impede de se inspirar em quem já alcançou o sucesso.

Busque histórias de empreendedores que tenham a ver com seu ramo de atuação e veja quais estratégias usaram para chegar ao topo. Os erros dessas pessoas também são importantes fontes de conhecimento que podem, inclusive, evitar que você cometa falhas também.

Há diversas oportunidades que contribuem para alavancar a sua carreira no empreendedorismo e, consequentemente, o seu negócio. Somado a isso, a ajuda de profissionais também é importante para abrir sua empresa e mantê-la funcionando.

A Contabilizei é uma contabilidade on-line que auxilia você da abertura do seu CNPJ às rotinas contábeis mensais.

Acesse nosso site, conheça nossos serviços e descubra com abrir empresa gratuitamente.

Contabilizei

A Contabilizei é líder em abertura de empresas no Brasil e mantém esse blog para levar conteúdo de qualidade aos pequenos empreendedores.

Deixe um comentário

avatar