5 Melhores cidades para empreender no Brasil: Prós e contras

| Atualizado em 14/01/21 | 4 minutos de leitura

Empreender no Brasil é um processo desafiante tanto pela burocracia na abertura de empresa como também pela falta de estabilidade do mercado, com algumas barreiras que podem deixar esse processo um pouco mais longo do que se imagina.

Nosso país está entre os 15 piores do mundo em facilidade para abrir novas empresas, segundo o estudo Doing Business do Banco Mundial, e isso pode desanimar muitos empreendedores.

Em 2019, o Brasil foi o 36º país que mais avançou em liberdade econômica, alcançando a 144º posição no ranking da Heritage Foundation. Graças às reformas, como a trabalhista e a previdenciária, bem como pela desburocratização promovida pela Lei da Liberdade Econômica, o país inverteu a trajetória de queda que já durava quase 15 anos.

  • Neste artigo você vai ver:

  • Ranking com as 10 mais

    Confira agora o ranking completo com as 10 melhores cidades do Brasil para empreender:

    • 1º São Paulo
    • 2º Florianópolis
    • 3º Vitória
    • 4º Curitiba
    • 5º Joinville
    • 6º Rio de Janeiro
    • 7º Campinas
    • 8º Maringá
    • 9º Belo Horizonte
    • 10º São José dos Campos
    empreender-brasil-small

    Cinco cidades ideais para você empreender

    1. São Paulo

    A campeã do ranking de melhores cidades empreendedoras do Brasil é a capital paulista, famosa por sua “selva de concreto” e também por seu ambiente favorável aos negócios.

    A primeira megalópole brasileira tem como principal ponto positivo a disponibilidade de recursos para investir nas empresas, o que é fundamental para a continuação dos negócios. Na escala de 0 a 10, a cidade apresentou nota 9,8.  

    São Paulo também exige 12 dias acima da média geral no tempo para abertura de empresas, totalizando um período de 74 dias. Outra desvantagem refere-se ao acesso à internet, com apenas 12,2% dos paulistanos desfrutando de banda larga.

    2. Florianópolis

    A vice do ranking é a “ilha da magia”, Florianópolis. O destaque da cidade está no capital humano, bem como no nível de inovação. Ambos critérios são importantíssimos para o desenvolvimento empresarial.

    Outro diferencial de Florianópolis é o acesso à internet, submarcador no qual também apresenta o melhor desempenho no Brasil. Segundo a pesquisa, 18,7% da população utiliza banda larga.

    3.  Vitória

    O destaque em melhoria no ranking em relação ao ano anterior vai para a capital do Espírito Santo, Vitória. Com o estado se destacando pelo ambiente de negócios, a cidade também foi beneficiada e subiu duas posições no índice geral.

    Além disso, a capital do Espírito Santo tem o segundo melhor PIB per capita do país, com R$ 67 mil, perdendo apenas para Brasília, cujo valor é de R$ 69 mil per capita.

    4. Curitiba

    Curitiba é um ótimo exemplo de como educação e mercado de trabalho caminham lado a lado e refletem positivamente no empreendedorismo.

    Para definir o ranking em relação ao capital humano, o ICE considerou o número de adultos com pelo menos Ensino Médio e Ensino Superior completos. Nesses critérios, Curitiba apresentou 72,4% e 33,2%, figurando em 1º e 3º lugar, respectivamente.

    5. Joinville

    Terceira maior cidade da região Sul, o que pode ser novidade para alguns é o fato de que essa é a cidade mais populosa de Santa Catarina, à frente inclusive da capital do estado.

    Com muitas pessoas interessadas em empreender, o destaque de Joinville é o seu ambiente regulatório mais livre no que tange a viabilização de negócios. A cidade se destacou pelo baixo tempo de processos, a complexidade tributária e o custo dos impostos.

    O tempo necessário para abrir uma empresa no município foi de 39 dias, abaixo da média nacional, de 62. 

    Diante das melhores cidades para empreender, separamos agora algumas dicas de como abrir uma empresa de representação comercial, em qualquer uma das cidades listadas. 

    empreeender-brasil-abacate

    Pronto para empreender nas melhores cidades do Brasil?

    Você conferiu diversas etapas importantes para abrir empresa de representação comercial, para estar regulamentado e poder intermediar vendas, atender pedidos, fazer negociações, cobrar, aumentar contratos e promover produtos representados de forma segura e com qualidade. Para abrir sua empresa de representação comercial de forma organizada e planejada, entre em contato com nossos especialistas.

    Vitor Torres - CEO e fundador da Contabilizei

    Escrito por:

    Vitor Torres - CEO e fundador da Contabilizei

    Vítor é Administrador de Empresas, Empreendedor Endeavor, CEO e fundador da Contabilizei, o primeiro e maior escritório de contabilidade online do país. Vítor lidera a maior inovação da indústria contábil das últimas décadas ao levar a contabilidade de pequenas empresas para o mundo digital. Atualmente, Vítor lidera mais de 400 fanáticos em contabilidade que impactam positivamente a vida de mais de 20.000 empresários no país.

    Deixe um comentário

    avatar