Gestão e Negócios

Coronavírus e Home Office: Com filhos em casa, como ser produtivo na quarentena?

Atualizado em 13 maio 2020

Home office ou deslocamento até o escritório?

Discussões como essas não fazem mais sentido, em tempos de coronavírus. Empresas e profissionais tiveram que se adaptar ao trabalho remoto, praticamente da noite para o dia, com a nova situação gerada pelo confinamento imposto com a disseminação da Covid-19.

Agora, algumas das preocupações são: como garantir que o home office seja tão produtivo quanto o trabalho presencial? Ou então, como lidar com os filhos durante a quarentena?

Um dos principais desafios, principalmente dos pais, tem sido a adaptação ao trabalho remoto com crianças por perto, considerando que as escolas também estão sem funcionar. 

Pensando nisso, separamos algumas dicas para ajudar você fazer do seu home office um ambiente tranquilo e produtivo, mesmo com os seus filhos por perto.

Primeiro pense: como organizar o seu trabalho remoto?

Antes de tudo, organize o local de trabalho em home office. Como você precisará de um espaço para trabalhar por muitos dias, escolha um lugar ventilado, confortável e silencioso.

Em um momento de adaptação às pressas, pode ser que não garanta a perfeição de todos os itens para a sua tranquilidade. No entanto, chegue o máximo possível perto dessa organização. 

Nesse ponto fixo de operação, tenha uma mesa limpa e funcional à disposição. Os materiais de trabalho, entre eles computador, telefone, fones de ouvido ou outros mais simples, como caneta e bloco de anotações devem ficar por perto, evitando o deslocamento para outros cantos, desnecessariamente. 

Se o seu parceiro ou mais alguém na sua família, estiver trabalhando em casa, veja se esse local pode ser dividido ou se preferem cada um ter o seu espaço. 

Converse com os seus filhos e explique a nova situação

Com uma linguagem compreensível para idade, fale com clareza para os seus filhos sobre essa nova adaptação. Todos, inclusive você, precisam entender que não é férias. 

Por isso, explique os seus horários e importância de não ser incomodado sem necessidade. 

Faça adaptações no espaço das crianças 

Como já organizou o espaço de trabalho, procure fazer ou combinar o mesmo com os seus filhos sobre o ambiente deles. Deixe a casa preparada para terem mais autonomia. Veja um local mais acessível e agradável para deixar os brinquedos, comida e bebidas sem ter que se preocupar com acidentes. 

Crie ocupações e monte uma agenda

Muitas escolas estão disponibilizando vídeo-aulas, já outras declararam férias. No caso de estarem recebendo atividades, ajude para que as responsabilidades sejam cumpridas. Previamente, um dia antes ou no início da semana, organize junto com os seus filhos um cronograma de realização das tarefas. 

Caso eles não estejam recebendo nenhum material, crie você mesmo algo que eles consigam desenvolver sozinhos. Pesquise conteúdos pela internet para famílias. Por exemplo, a Faber-Castell passou a oferecer cursos online gratuitos para despertar a criatividade, utilizando materiais básicos, como lápis e borracha.

Pense em atividades manuais, criativas ou até mais informativas. Elabore a lista dos afazeres sempre juntos. Pergunte a opinião deles, faça negociações que podem ser revistas em curto prazo. Deixe o processo o máximo possível participativo, por exemplo se o seu filho já sabe escrever, peça para ele fazer a lista. 

Não deixe que a rotina fique aleatória, nem terceirize os cuidados para a tecnologia. 

Reveze os horários de cuidados

Em caso de filhos pequenos, dependentes de uma supervisão total de um adulto, antes de estabelecer a rotina de trabalho, veja como ficará os cuidados com eles. Como não pode deixar com ninguém, reveze os horários com o seu parceiro ou alguém próximo. 

Se todos trabalham e o período da jornada não é tão flexível para alternar com as demandas, veja quem pode pensar em negociar uma redução de carga horária, caso a empresa ainda não tenha alterado. Dessa forma, fica mais fácil revezar o trabalho, as atividades domésticas e os cuidados sem ter que abandonar o emprego.

Os envolvidos nesses cuidados também podem ter um cronograma para organizar os horários de todas as tarefas. Por exemplo, um dia, um trabalha menos para ajudar em casa, depois compensa.

Tente criar uma rotina 

Com os espaços organizados e todos cientes das suas responsabilidades, tente respeitar os horários acordados para início, almoço e fim de expediente. Evite transformar a rotina em uma bagunça para não trabalhar até mais dos que antes. 

Saiba a hora de parar, por exemplo, evite responder e-mails que podem esperar para o dia seguinte. Tenha em mente que a dedicação deve estar nas entregas. 

Procure acordar antes dos seus filhos. Assim, consegue uma antecedência para tomar café e trocar de roupa, depois estabelecer o melhor marco de início da jornada. 

Momentos de pausas

As pausas durante o trabalho são bem-vindas em qualquer formato seja presencial ou remoto. A única coisa é não se prolongar demais ou esquecer de compromissos importantes, como reuniões por videoconferência.

Se costumava ter uma hora de almoço e 15 minutos de descanso de manhã e à tarde, faça algo igual ou parecido com isso. Tudo vai depender das adaptações criadas ou não. Se a sua jornada não tiver sido alterada, você também pode tentar encurtar esses intervalos, assim consegue terminar antes.

Aproveite esses momentos e os horários que seriam de deslocamento até o trabalho para conversar ou fazer alguma atividade rápida com os seus filhos. Com isso, todos ficarão menos entediados e ansiosos durante esse período de quarentena. 

Evite as distrações

Às vezes, as pausas podem minar a produtividade se forem mal aproveitadas. Nelas, teoricamente, pode fazer o que quiser. No entanto, não se esqueça de controlar o tempo e evitar atividades que obviamente vão ultrapassar o período, como cozinhar ou arrumar a casa.

E ainda se tiver algo rápido que sabe que vai ser uma tentação para prolongar esse momento, faça depois do fim do trabalho. 

Se o seu celular pessoal é motivo de procrastinação, mantenha ele longe, seja desligando as notificações, mantendo em modo avião ou com internet desligada. Tudo vai depender do seu nível de distração.

Fim de expediente

Depois do término do serviço, fique desconectado do vínculo com o trabalho. Chegou a hora de conversar melhor com todos e ver o que cada um fez durante o dia. Descubra onde o seu filho teve dificuldade.

Veja com ele o que gostaria de continuar fazendo ou discuta uma alteração no cronograma. A rotina não precisa ser uma repetição de ações, mas uma antecipação da organização para se preparar melhor. Pesquisem novas brincadeiras e jogos criativos juntos. 

Enfim, se aproxime do seu filho para que eles se sintam dependentes e úteis sempre que possível. Conte com ajuda deles em coisas compatíveis com a idade. Quanto mais dedicação fora do horário de serviço, mais fácil poderá ser a adaptação e mais vão entender quando podem ou não ter atenção. 

E aí, como tem sido o seu home office na quarentena com filhos por perto?
Para desafogar mais ainda, delegue algumas das suas atividades para os nossos contadores. Veja como aqui!

Contabilizei

A Contabilizei é líder em abertura de empresas no Brasil e mantém esse blog para levar conteúdo de qualidade aos pequenos empreendedores.

Deixe um comentário

avatar