Empreendedorismo

Como empreender e começar uma empresa do zero

28 fev 2020

Infelizmente são muitas as pessoas que acabam desistindo de abrir seu próprio negócio apenas pelo desânimo de ter que enfrentar todo o processo burocrático que está envolvido na abertura de empresa. E apesar de ser impossível evitar esse procedimento, pois é necessário enviar todos os documentos corretos a diferentes órgãos do governo, existem algumas soluções para diminuir toda essa burocracia. Por isso, nós selecionamos dicas infalíveis de como empreender do zero, desde a parte inicial que envolve o plano de negócios até a parte burocrática de adquirir o CNPJ, registrar a empresa, obter as licenças necessárias etc. Confira!


Seja por causa de uma boa ideia de negócio ou para ter a tão desejada independência financeira e profissional, muitos brasileiros almejam em ter sua própria empresa. No entanto, só de pensar em todo o processo que está pela frente e que muitas vezes pode ser bastante burocrático, uma grande parcela das pessoas infelizmente acaba desistindo, ou o que é pior, optando pela informalidade.

Para que isso não aconteça mais, nós separamos todas as informações necessárias para que qualquer empreendedor de primeira viagem entenda como abrir seu próprio negócio sem medo da burocracia ou de cometer erros durante o processo. Confira aqui como começar uma empresa do zero!

A parte “empreendedora” de abrir uma empresa do zero

Primeiramente, é essencial entender que, no processo de abertura de empresa, há duas partes igualmente importantes: a parte conectada ao lado mais empreendedor, pois lida com todo o planejamento do negócio e é feita antes mesmo de enviar documentos, adquirir CNPJ etc., e a parte burocrática, que é quando a ideia sai oficialmente do papel e você terá que fazer o passo a passo de como montar uma empresa do zero.

A primeira parte é a que envolve o lado empreendedor. Para concluir essa etapa com sucesso e ter um bom plano de negócios, há algumas dicas cruciais que devem ser seguidas. Por exemplo:

1. Faça todo o planejamento financeiro

Muitas pessoas acham que, para abrir uma empresa, basta ter uma ideia de negócio, alugar um espaço e partir para a parte burocrática com o processo de envio de documentação nos órgãos públicos. No entanto, a falta de planejamento (principalmente na parte financeira) que precede tudo isso é a principal causa do fechamento prematuro de novas empresas.

O primeiríssimo passo a ser feito de todo o processo de abertura de empresa é montar um modelo de negócios e fazer o planejamento financeiro. Para isso, é importante que você conheça bem tanto o mercado quanto sua concorrência, estude os preços dos produtos ou serviços, calcule os valores de aluguel, marketing, salários de funcionários etc.

Além de ser o primeiro passo de todo o processo, é também o mais importante, principalmente para quem pretende abrir uma empresa com pouco dinheiro. Sem um planejamento financeiro, seu negócio pode correr sérios riscos de ir à falência ou então de virar refém de empréstimos de banco.

Obrigado

Assine nossa newsletter e
receba conteúdos exclusivos


Entre para a Contabilizei

2. Estabeleça metas e objetivos

Essa dica vale tanto para o próprio empreendedor e dono do negócio quanto até mesmo para seus funcionários, pois é uma ótima forma de motivação para conseguir alcançar aquele objetivo todo mês e colaborar com o crescimento da empresa.

Isso vale tanto para a questão financeira, de forma a atingir uma meta de lucratividade por mês, como também na questão de qualidade do produto ou do atendimento para manter e melhorar cada vez mais a produtividade. Apenas lembre-se de estabelecer metas “justas” e alcançáveis, principalmente no início, e vá aumentando conforme a empresa vai crescendo.

3. Certifique-se que sua ideia de negócio é viável e necessária

Hoje em dia, a impressão é de que já existem e foram usadas todos os tipos de ideia de negócios, até mesmo aquelas que parecem não ser viáveis. Por exemplo, se você criar um aplicativo que faz reservas antecipadas de mesas para evitar as filas de restaurantes, mas só disponibilizar esse aplicativo em cidades pequenas que não possuem muitas opções de restaurantes, a ideia pode não ser exatamente viável.

Justamente por isso é tão importante não só conhecer seu público-alvo, mas também conhecer a localização em que você quer inicialmente montar seu negócio. Se não houver mercado para seu produto ou serviço, sua empresa consequentemente não terá sucesso.

4. Tenha presença online

Nos dias de hoje, praticamente tudo é feito pela internet. Ou seja, para criar uma boa reputação e ganhar cada vez mais clientes, é imprescindível ter presença online, seja com um site ou página no Facebook e Instagram, onde você sempre poderá divulgar seus serviços e/ou produtos, além de ser uma ótima forma de ser “descoberto” pelos internautas.

Desta forma, você não só tem o privilégio de divulgação para clientes atuais e futuros, mas terá também conteúdo para que você, funcionários e até mesmo os próprios clientes compartilhem, alcançando, assim, o máximo de pessoas possíveis.

A parte burocrática de abrir uma empresa do zero

Depois de feito todo o planejamento do seu negócio – talvez a parte mais instigante para aqueles que realmente gostam do empreendedorismo –, finalmente chega a parte mais burocrática e, é claro, chata para o empreendedor.

No entanto, tenha em mente que é essa a parte onde seu negócio vai finalmente e oficialmente sair do papel e se tornar uma realidade. Por isso, certifique-se de checar com antecedência toda a documentação para abrir empresa que é solicitada durante o processo para não correr o risco de esquecer algo importante e acabar atrasando ainda mais esse procedimento.

Inclusive, se o objetivo é diminuir ao máximo a burocracia para abrir empresa, nunca subestime o valor e a importância de ter um contador à sua disposição para ajudar com o processo, como na Contabilizei.

Através da contabilidade online, você tem todo o suporte necessário, além de ter acesso a dicas e informações valiosas que ajudam novos empreendedores a entender como abrir uma empresa do zero, com conteúdo no site e em vídeos online, de forma a descomplicar todo esse processo para quem quer entrar para o mundo do empreendedorismo.

Por exemplo, através do site e blog, é possível ter acesso a todas as informações sobre os tipos de documentos necessários para abrir seu negócio. Entre alguns deles estão:

  • Cópia autenticada do RG;
  • Cópia simples do CPF;
  • Cópias dos comprovantes de endereço residencial e de endereço comercial (onde será a sede da empresa, caso seja diferente do endereço residencial);
  • Última declaração do Imposto de Renda;
  • Atividades da empresa;
  • Nome da fantasia da empresa; etc.

Há diversos outros documentos que também podem ser solicitados, além dos documentos dos sócios da empresa, se houver. Por isso, verifique com atenção a lista completa dos documentos ou solicite a ajuda de seu contador para não se esquecer de nada!

Após ter todos esses documentos em mãos, os próximos passos de como abrir uma empresa do zero serão os registros e inscrições nos órgãos públicos. Segue o passo a passo a ser feito:

  1. Contrato Social: A “certidão de nascimento” da empresa;
  2. Registro na Junta Comercial: A “certidão de nascimento” de pessoa jurídica, onde você poderá fazer o pedido do CNPJ;
  3. CNPJ: Com o carimbo do pedido de CNPJ (chamado de NIRE) recebido no passo anterior, você finalmente irá adquirir o CNPJ através do site da Receita Federal;
  4. Alvará de funcionamento: Licença que permite que sua empresa exerça legalmente as atividades registradas;
  5. Inscrição Estadual: Registro formal da empresa e cadastro no ICMS, permitindo a comercialização de produtos dentro do território brasileiro;
  6. Cadastro na Previdência Social: Deve ser feito em até 30 dias após o início oficial das atividades da empresa.

Após a realização de todas essas etapas, basta pedir autorização à Prefeitura ou, nos casos de empresas dos segmentos de indústria e comércio, à Secretaria do Estado da Fazenda para emitir e imprimir as notas fiscais e autenticar os livros fiscais. Mas, a partir do cadastro na Previdência Social, sua empresa já estará legalmente e oficialmente funcionando!

Portanto, desde o lado empreendedor até o lado burocrático da abertura de empresa, esses são os passos de como começar um negócio do zero. E, com os serviços da Contabilizei, todo esse processo pode ficar muito mais fácil, simples e acessível

Economize tempo e dinheiro na abertura do seu CNPJ
Contabilizei

A Contabilizei é líder em abertura de empresas no Brasil e mantém esse blog para levar conteúdo de qualidade aos pequenos empreendedores.

Deixe um comentário

avatar