Gestão e Negócios

Os principais Indicadores de desempenho e saúde financeira da empresa

Atualizado em 1 set 2020

O uso de indicadores de desempenho já é uma prática comum e muito efetiva. Sendo assim, utilizadas em diferentes metodologias de gestão. Uma visão mais dinâmica dos resultados e maior alcance de metas, acaba por melhorar substancialmente a performance corporativa. 

Caso você ainda não esteja familiarizado com o conceito e aplicação dos indicadores de desempenho, podemos te dizer que são parâmetros específicos para mensurar e analisar os resultados da empresa. Assim, eles são aplicados antes, durante e após qualquer tipo de mudança para verificar se o planejamento estratégico está gerando os resultados esperados.

Quando analisamos constantemente a performance corporativa, podemos mudar imediatamente as estratégias ineficientes, diminuindo custos e ajudando a manter a saúde financeira da empresa. Por isso, é extremamente importante definir e acompanhar seus indicadores de desempenho. 

Mas você sabe qual a relação entre indicadores de desempenho e a saúde financeira do negócio? Você sabe quais são e como utilizar os principais indicadores financeiros? Vamos te contar isso tudo e um pouco mais agora. Aqui você vai encontrar: 

  • Porque e como medir a saúde financeira da empresa 
  • Como escolher e analisar indicadores financeiros 
  • Os principais indicadores financeiros dentro das empresas

Porque e como medir a saúde financeira da empresa 

Como você já pode imaginar, o setor financeiro é uma área extremamente importante para que a empresa obtenha sucesso. Por isso, é essencial que as informações e dados referentes a esse setor possam ser consultados de maneira clara e dinâmica. Com isso, é possível estudar melhor o fluxo de caixa, por exemplo, bem como as perspectivas de crescimento. 

Dito isso, é muito importante definir indicadores de desempenho que forneçam informações valiosas para o processo de tomada de decisões. Afinal, é um processo que, com a transformação digital, exige cada vez mais agilidade. 

Para isso, é essencial evitar relatórios longos, que são muito comuns dentro das empresas. A Gestão 4.0 exige que os dados sejam compactados e apresentados de forma a proporcionar uma análise ágil e efetiva. 

Como uma gestão financeira mais ágil, a empresa ganha uma grande vantagem competitiva, estando à frente de seus concorrentes nas ações. Para usufruir de todas essas vantagens, confira a seguir como definir e analisar indicadores, além dos principais indicadores financeiros das empresas. E claro, todo esse processo deve ser feito com uma liderança forte e efetiva. 

Antes de analisar indicadores 

Antes de analisar indicadores você precisa seguir alguns passos. Afinal, não adianta analisar muitos números sem ter uma ação estratégica por trás, tudo precisa ter um objetivo claro que gere valor para a empresa. Por isso, separamos aqui algumas dicas práticas para você aplicar e obter sucesso na análises dos seus indicadores. 

1. Defina os objetivos estratégicos da empresa

Caso você não tenha os objetivos estratégicos da empresa bem definidos, pode ser que você fuja do escopo necessário de análise e vá muito além do necessário. Isso faz com que você perca o foco nos pontos que realmente importam e gaste um tempo que poderia ser utilizado de maneira mais estratégica. Aqui, uma ótima ideia é fazer um brainstorming com a diretoria.

2. Mapeie os processos internos 

Mapeie todos os processos internos da sua empresa. Assim, você vai ter uma visão muito mais assertiva do que precisa ser mensurado, conseguindo definir melhor os indicadores de acompanhamento. Caso esse mapeamento não seja feito, é muito provável que você se esqueça de pontos importantes no acompanhamento. 

3. Realize uma autoavaliação

Essa etapa vai te ajudar a definir a prioridade de acompanhamento dos indicadores. Nessa autoavaliação, é muito importante que você veja quais são os pontos fortes e fracos nos processos internos da empresa. Isso também vai te ajudar a descobrir quais práticas são efetivas e devem ser mantidas e quais estratégias precisam ser mudadas. 

indicadores-desempenho-grupo-trabalho

Os principais indicadores financeiros de uma empresa

Apesar de cada empresa ter suas particularidades e ter que escolher indicadores adaptados à sua realidade, existem alguns KPIs que você deve ficar de olho, independentemente de segmentos ou estratégias. Por isso, vamos te falar um pouquinho sobre eles agora. 

1. Margem Operacional

Para saber a margem operacional de uma empresa basta dividir o resultado operacional da empresa pela receita líquida. Com esse indicador, é possível medir a eficiência dos processos internos da empresa, sendo uma ótima maneira de avaliar se está na hora de adotar outra estratégia, ou se a tática atual está dando resultados esperados.

2. Margem de Lucro Líquido

Pode ser calculado subtraindo do lucro bruto a tributação e despesas fixas e variáveis. Esse cálculo nos permite analisar quanto de fato uma empresa lucra para cada real de receita que o negócio recebe. Ou seja, é um indicador extremamente importante, uma vez que diz muito sobre a saúde financeira da empresa. 

3. Margem de Lucro Bruto

De maneira objetiva, a margem de lucro bruto revela o quanto uma empresa está ganhando com a venda de produtos e/ou prestação de seus serviços. Ou seja, ela informa de maneira clara e objetiva a rentabilidade do negócio. Ela diz muito sobre o desempenho do setor comercial, uma vez que mostra o quanto a empresa está ganhando com cada venda realizada. 

4. Ticket médio

O ticket médio é calculado pela divisão do valor total gerado em vendas dividido pelo número de compras. Assim, conseguimos ter o valor aproximado da média de cada venda. Se sua margem de lucro bruto está abaixo do esperado, por exemplo, é o momento de traçar estratégias para aumentar o ticket médio da empresa. Assim, dizemos que são dois indicadores complementares. 

5. Custo de Aquisição do Cliente (CAC)

O custo de aquisição de aquisição de clientes fala por si só; é o quanto você investe para conseguir um cliente na empresa. Assim, é importante ficar de olho nesse indicador, porque se o CAC é maior que o lucro que a empresa recebe com aquele cliente, a empresa sofrerá consequências negativas graves em um futuro próximo. O ideal é que esse indicador diminua à medida que a empresa cresce. 

6. Retorno sobre o Investimento (ROI)

O ROI é o indicador que nos mostra quanto de dinheiro a empresa recebe para cada 1 real investido. O ROI pode ser aplicar a setores, projetos e até mesmo colaboradores, nos ajudando a avaliar o real valor do objeto analisado para a empresa. Muitas empresas demoram muito para ter um ROI saudável, uma vez que para ter um negócio que comece a gerar real lucro, é necessário investir muito dinheiro, inicialmente sem retorno. 

Lembre-se sempre de manter um planejamento financeiro empresarial

O planejamento financeiro empresarial é essencial para qualquer negócio e essa projeção não significa somente ter todas as vendas registradas no sistema, mas realmente pensar as finanças da empresa e projetar o seu crescimento, enxugar custos desnecessários e investir em produtos e serviços que funcionem.

Esperamos que com essas dicas você consiga fazer um acompanhamento de indicadores de maneira efetiva na sua empresa. Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários! Será um prazer te responder. 

Conteúdo produzido por Siteware para o Blog Contabilizei

Avatar

Autor convidado pela Contabilizei

Deixe um comentário

avatar