5 ideias de pequenos e micro negócios com maior lucratividade no primeiro ano

| Atualizado em 19/04/21 | 9 minutos de leitura

Quando a situação é urgente, dizemos que o empreendedor está abrindo uma empresa por necessidade. É isso mesmo: se você ficou sem recursos e está procurando esta saída como alternativa, você está neste modelo.

Aqui apresentamos pequenos e micro negócios que aparecem como boas opções para quem busca lucratividade rápida, já no primeiro ano de negócios. A ideia de ter lucratividade alta mora justamente em criar um produto ou serviço que agregue muito valor ao ser entregue: é a farinha que virou pão; o logotipo que nasceu na tela em branco.

Quem sabe estes que estamos apresentando não sejam uma boa saída para você? Abra as portas para o empreendedorismo, pode ser uma ótima escolha.

Quais os negócios mais lucrativos no curto prazo? 

Há uma série de opções de negócios que podem ser considerados como lucrativos no curto prazo – e um leque gigante de franquias que prometem entregar justamente isso. Sempre é bom pesquisar antes de apostar todas as suas fichas em uma opção, e aqui temos alguns dos tipos de investimentos que são uma boa pedida. 

1. Alimentos

Muita gente quando quer escolher algum negócio para sair do sufoco vai para onde já tem sucesso com o público familiar: a cozinha. É claro que o brigadeiro ou a feijoada que você faz podem ser ótimos para as pessoas do seu entorno, mas é diferente quando se planeja um negócio – e você deve ter atenção nisso.

Uma dica que podemos dar neste sentido é de que muita gente foi pelo mesmo caminho, então se prepare porque há concorrência. O que é realmente forte neste momento é a tele-entrega: as pessoas estão buscando opções de alimentação para consumir dentro de casa, muito mais do que belos espaços de consumo.

Por isso mesmo, uma tendência do setor, segundo a ABRASEL (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) são os restaurantes chamados de “dark kitchens” (cozinhas escuras, em português). Neste modelo, o negócio funciona em alguma instalação própria para culinária (conforme exigências para abertura deste tipo de empresa), mas não oferece espaço para consumo no local – os clientes só conhecem o negócio pelas plataformas online de delivery. 

Outras tendências dentro do segmento são focar na alimentação saudável ou nos produtos de linhas gourmet. A alimentação saudável, no caso, tem tudo a ver com uma necessidade de estar em boa forma no momento em que se teme uma doença que circula. Por outro lado, os alimentos tipo gourmet trazem, de alguma forma, entretenimento e prazer para um dia-a-dia que ficou muito entristecido, conturbado. Os clientes procuram aquele doce que consumiam vez ou outra em um café de shopping, aquele cardápio de restaurante sofisticado que seria a saída de sexta à noite para os casais. 

ideias-negocios-cafe

2. Negócios online

Não é de hoje que a internet gera muitos negócios, eles só cresceram com o período da Pandemia. A facilidade de fazer uma busca e encontrar um fornecedor, seja de produtos ou serviços, atrai muita gente mesmo sem a obrigação de ficar em casa.

Entre as opções que estão em alta podemos comentar sobre a redação para internet, porque muitos produtos e serviços oferecem conteúdos próprios com o intuito de atrair clientes e ao mesmo tempo aparecerem no topo das listas dos buscadores. Profissionais das áreas de Letras e Comunicação estão construindo carreiras neste sentido – conseguem manter vários clientes para oferecer serviços que populam o dia-a-dia dos internautas.

Também dentro deste campo está o desenvolvimento de games. Embora pareça que os jogos são mero entretenimento, em muitos casos são também bons espaços de negócio. As empresas investem em jogos para treinamentos e marketing de produtos, entre outras propostas. Os profissionais da área de tecnologia são requisitados para vários propósitos, e portanto podem eleger o que melhor combinar com suas habilidades e interesses na hora de montar seu negócio.

Dentro dos negócios online chama atenção ainda, pela necessidade do momento, o comércio de equipamentos eletrônicos. É certo que a oferta é grande, mas há espaço para empresários que se interessem por determinados segmentos, conheçam os equipamentos corretamente, e possam assim ofertar para o cliente o produto  em conjunto com uma espécie de consultoria sobre o item, o que agrega bastante valor ao negócio.

3. Artesanato

Muitos podem pensar que artesanato é coisa do passado, mas é possível afirmar que é coisa do futuro, certamente. O artesanato agrega valores que estão muito em voga e são claramente importantes para as novas gerações: consciência ecológica, reciclagem e manutenção da herança histórica. 

Escolhemos citar o artesanato neste artigo porque ele é um caminho de potencial lucratividade logo nos primeiros tempos: os componentes usados para a confecção podem ser até mesmo sucata, e o valor agregado ao produto está justamente na execução do trabalho pelo artesão. Na cultura brasileira, a produção artística e a criatividade são pontos fortes, e há valorização do artesão que identifica o potencial deste mercado.

4. Venda de produtos para o segmento feminino

Este é outro segmento de negócios muito tradicional, e que segue tendo impacto na geração de renda para urgências. Todo mundo conhece uma sacoleira, uma vendedora de produtos de porta em porta, uma representante de marca de cosméticos. O que não fica claro ainda para alguns é que sim, isso pode ser um bom negócio.

A lucratividade deste tipo de produto sempre ganha vantagens em relação ao modelo de quem tem loja física: quem trabalha com revenda de produtos sem ponto fixo não paga aluguel, não tem funcionários, mantém os custos de operação baixos. Além disso, dá pra formalizar uma empresa com esta finalidade, inclusive optando pelo MEI – Microempreendedor Individual.

5. Serviços de transporte

Outro tipo de negócio que está em alta e que atrai pessoas com urgência de obter seu sustento é o de transportes. Os aplicativos mudaram o mundo dos negócios de transporte: se antes era difícil se colocar neste mercado, agora cada vez mais pessoas podem transportar pessoas ou encomendas, com a facilidade de ser encontrado por estes serviços online. 

Montar uma empresa nesta área também é interessante porque aumentou a procura por entrega de todo o tipo de encomendas, então muitos negócios que antes não utilizavam nenhum serviço deste tipo agora estão fazendo parcerias.

É legal pensar que mesmo que existam marcas grandes liderando o segmento, há parcerias locais interessantes para o empreendedor buscar: supermercados que ainda não tem entrega, farmácias ou mesmo serviços de alimentação. Em cidades menores a procura é grande, justamente pela necessidade das pessoas de não circularem muito pelas ruas. 

ideiais-negocios-aberto

Como rapidamente crescer com o seu negócio? 

São dois os investimentos mais necessários para fazer com que uma empresa tenha crescimento rápido: planejamento e marketing.

No quesito planejamento, o ideal é colocar toda a sua ideia de negócio em um bom plano, para que você possa antever problemas que aparecem pelo caminho e também pensar justamente sobre qual é o tamanho do crescimento que almeja e como fará para buscá-lo. Pensar em investir no reconhecimento da marca pelos principais clientes, por exemplo, é uma boa ideia: muitos tipos de negócio ganham escala justamente porque resolvem problemas que os clientes tinham e que não encontravam empresas que pudessem auxiliar. 

Quando se fala em marketing, você já está sabendo: não há crescimento sem que sua empresa tenha possibilidade de ser lembrada e contratada pelos potenciais clientes. Os caminhos do marketing digital são bem interessantes para quem está começando, justamente porque o investimento pode ser escalonado conforme for possível, e o retorno pode também ser mensurado, ajudando a focar nas próximas ações.

Outra dica importante é não tirar o olho da sua atividade principal. Concentre-se no principal e deixe na mão de especialistas a burocracia e a rotina. Foi com essa premissa que nasceu o Contabilizei Experts, um serviço de assessores dedicados e especialistas para realizar as atividades administrativas, financeiras e contábeis de micro e pequenas empresas, profissionais liberais e autônomos.

Dicas para manter um negócio lucrativo

Conforme comentamos no início deste artigo, os negócios dos quais estamos falando são aqueles que de fato vão gerar valores de forma rápida para o empreendedor. 

E o que é importante quando há esse peso todo no negócio? Que o negócio gere dinheiro logo. Conforme explicamos em artigo sobre margem de lucro, “margem de lucro é a porcentagem que define quanto “sobrou” para a empresa após todos os custos que teve para produzir/vender/entregar seu produto ao consumidor, por exemplo, juros, impostos, gastos com produção, etc.” Pois então, quando estamos falando em lucratividade estamos falando em encontrar negócios cuja margem de lucro seja alta – e melhor ainda se for de retorno rápido.

Por isso mesmo, a maioria dos negócios indicados para este tipo de atuação são aqueles onde o custo da matéria prima ou da produção é baixo, podendo gerar maior lucratividade. Muitos profissionais se aventuram no empreendedorismo justamente por esta linha: produzem trabalhos com base apenas no seu conhecimento, sem precisar de muito investimento.

Outra questão importante para manter um negócio que seja lucrativo é estar de acordo com as tendências mais atuais do segmento: se você está interessado em montar um pet shop, por exemplo, precisa se informar sobre o que deve oferecer para os clientes e quais novidades pode agregar ao seu portfólio de produtos e serviços. Essa é uma das formas de acelerar seu negócio: se destacando no mercado.

Guilherme Soares

Escrito por:

Guilherme Soares

Guilherme é engenheiro formado pela Universidade de São Paulo com mestrado em administração de empresas pela London Business School. Guilherme atuou como consultor de estratégia de negócios na Bain & Company e liderou áreas de estratégia comercial e produtos na Latam Airlines Cargo e Cielo. Iniciou na Contabilizei em 2018.

Deixe um comentário

avatar