Gestão e Negócios

Gestão do conhecimento: entenda o conceito e veja como aplicar na sua empresa

25 Maio 2020

Você já parou para pensar que todo empreendimento é fruto de uma transformação de conhecimento em resultados efetivos? 

Para que essa transformação seja possível, todos os dados e informações precisam estar estruturados para sintonizar o trabalho de todos os setores da empresa, visando os melhores resultados. 

Esse processo é conhecido como “Gestão do Conhecimento”. 

Vamos esclarecer melhor o que é esse processo na prática, como funciona sua aplicação e também apresentar uma ferramenta para ajudar no desenvolvimento da Gestão do Conhecimento. 

O que é Gestão do Conhecimento

O termo “Gestão do Conhecimento” vem do inglês Knowledge Management e é considerada uma parte estratégica das empresas. 

Essa gestão consiste na administração dos ativos de conhecimento de um empreendimento e pode ser aplicada em qualquer tipo de negócio, contanto que sejam criados novos modelos organizacionais para dar conta dos processos de transformação da empresa. 

É por meio de metodologias e tecnologias para organização que esse processo cria condições de identificar, integrar e compartilhar os conhecimentos existentes dentro do próprio ambiente. 

Dentro da Gestão do Conhecimento, existem dois conceitos importantes que explicam a maneira como as informações se criam e são transmitidas dentro da rotina da organização, são eles: conhecimento explícito de tácito. 

Conhecimento explícito x Conhecimento tácito 

#conhecimento explícito: este tipo de conhecimento é aquele que você pode transmitir facilmente para alguém, seja ensinando diretamente ou armazenando em algum lugar, como um livro. Uma situação prática desse conhecimento, por exemplo, seria um síndico explicando a um novo morador as regras do condomínio. 

#conhecimento tácito: este é o conhecimento menos quantificável. É aquele conhecimento que é absorvido pela experiência que você, mas você não tem a real ciência de que sabe. Por exemplo, você tem um fornecedor que te dá 20% de desconto em compras acima de um determinado valor, mas somente se o pedido for feito até o dia 15 de cada mês. 

Como aplicar a Gestão do Conhecimento na prática?

Como você já viu, o conceito da GM envolve: identificar os conhecimentos dos funcionários, transformá-los nas atividades da organização e levantar as competências importantes para melhorar ainda mais o funcionamento da empresa. 

Contudo, para que a aplicação do processo seja efetiva, o gestor precisa seguir alguns passos que ajudam para o desenvolvimento desse processo. Veja alguns desses passos abaixo: 

1 – Mapeamento de competências

Para que os conhecimentos de seus colaboradores possam ser úteis para um desenvolvimento pleno da empresa, é preciso estabelecer as competências necessárias para a continuidade do empreendimento. 

Com esse mapeamento, as competências são melhores distribuídas, trazendo efetividade nos processos da empresa e garantindo o alcance dos objetivos. 

2 – Canais de discussão para a troca de conhecimento

Você pode criar formas para que os colaboradores levantem problemas e soluções para a empresa. Isso pode ser feito em rápidas reuniões ou até mesmo com simples urnas no ambiente de trabalho para que os colaboradores depositem suas ideias. 

Ao oferecer essa possibilidade aos colaboradores, automaticamente, você abre espaço para que mais pessoas de outros setores possam contribuir para as tomadas de decisão, que na maioria das vezes é responsabilidade das áreas estratégicas.. 

3 – Facilite o compartilhamento de informações 

Existem muitos profissionais no mercado com grandes ideias, mas que por falta de estímulo, acabam tendo seus talentos ofuscados. 

A empresa pode oferecer meios para conhecer as competências e ideias desses colaboradores para que sejam concretizadas, além de expor para os demais profissionais, gerando outros insights na companhia. 

4 – Comprometimento da equipe com a troca de conhecimentos

Pode ser difícil convencer que todos participem da Gestão do Conhecimento, pois muitas pessoas têm problemas em compartilhar suas experiências e saberes já conquistados. 

Você pode incentivar a participação da equipe no processo por meio de gamificações. Ofereça cursos, ingressos para eventos da área e afins. Isso é importante não só para o currículo do próprio colaborador, mas também para sua atuação na empresa. 

5 – Responsáveis pela organização

Descentralize do gestor a responsabilidade pela busca de soluções. Esse é um trabalho que deve ser estimulado na equipe para que todos os setores sejam fundamentais para as melhorias da organização. 

Isso ajuda a criar segurança e confiança entre os profissionais envolvidos, pois a autonomia para as tomadas de decisão da empresa é estimulada. 

6 – Utilize ferramentas

Existem diferentes ferramentas no mercado que podem ajudar na gestão do conhecimento corporativo: gerenciadores de tarefas, de arquivos, de projetos, de tempo e muitos outros. 

Mas há uma ferramenta muito comum entre as empresas, que serve para melhorar o gerenciamento do negócio como um todo, sendo um ótimo aliado para gerenciar os conhecimentos: o sistema de gestão, ou ERP. 

Muitos problemas considerados inerentes ou que acontecem com certa frequência, podem ser facilmente solucionados com um sistema de gestão integrado. 

Assim, cabe ao gestor ficar atento aos possíveis sinais de que é preciso implementar um sistema para gestão. 

Escolha o Sistema de Gestão ideal 

Para uma visão completa dos resultados de seu empreendimento, o ideal é escolher um sistema com módulos integrados, como o vhsys. 

O vhsys é um software online para a gestão completa de micro e pequenas empresas que cuida de todos as áreas do seu negócio. Assim, você ganha mais agilidade na sua rotina e sobra mais tempo para você focar em outras atividades. 

Entre em contato com a gente, faça um teste grátis do sistema e comprove na prática como uma gestão integrada pode facilitar a sua rotina.

Deixe um comentário

avatar