Lives Contabilizei: Dicas e estratégias para ser líder no mercado digital

| Atualizado em 22/07/21 | 12 minutos de leitura

Diante de todas as mudanças que o mercado vem passando, estar no digital se tornou uma forma de fazer com que uma empresa seja referência no seu segmento e esteja sempre presente no dia a dia dos seus consumidores.

As maiores empresas de sucesso estão neste patamar porque criam novos produtos continuamente. A essência de qualquer negócio bem sucedido é ter produtos campeões de venda, que são consumidos e levem em consideração as necessidades do seu público. 

Produtos e serviços inovadores, que fornecem valores aos clientes, percorrem uma estrada congestionada até ocupar um espaço na mente de seus consumidores.

A relevância do produto e marca não ocorre de forma simples e rápida. Há um longo e complexo trabalho a ser desenvolvido com estratégia e inteligência da mídia para se obter visibilidade significativa para a marca. Veja o que separamos neste assunto hoje para você: 

Passos para ser líder de mercado

Existem alguns pontos que são fundamentais para que o negócio seja competitivo e líder de mercado, veja 10 passos que você precisa considerar:

  • Visão de futuro;
  • Investimento em capital intelectual;
  • Técnicas de produção de baixo custo;
  • Oferta de valores aos consumidores a preços competitivos;
  • Investimento em mídia;
  • Posicionamento de produto;
  • Posicionamento de marca;
  • Gestão de relacionamento com o cliente – CRM;
  • Gestão competente de recursos;
  • Controle de desempenho.

Como fazer marketing digital?

Segundo Neil Patel, guru do marketing, o digital está ao nosso redor, mesmo quando não conseguimos vê-lo. A quantidade de pessoas que estão conectadas hoje é a quantidade de pessoas que podem ser alcançadas pelo marketing digital. E esse número só cresce a cada minuto, no mundo todo.

Quer ajuda para abrir uma empresa ou ter um CNPJ?

A Contabilizei é líder em abertura de empresas, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.






TUDO CERTO!

Recebemos suas informações, logo nossos especialistas entrarão em contato.

A Rock Content, empresa especialista em marketing de conteúdo, explica que a transformação digital impacta muito a sociedade e transforma a vida das pessoas diariamente. Somos os consumidores da era do imediatismo, ou seja, queremos respostas naquele momento e escolhemos comprar de quem responde a todos os nossos questionamentos.

Por isso, a transformação digital é sobre a adaptação da cultura do negócio e da maneira como ele opera para trabalhar com as novas tecnologias.

A abordagem centrada nas pessoas é a melhor opção para os projetos de transformação digital, porque são elas que vão colocar esse projeto em prática.

Gestão empresarial

Segundo o blog da AlgarTech: “o termo TI Bimodal surgiu com a proposta de ser uma solução para as limitações da TI tradicional e também para conseguir fazer com que os novos desafios da tecnologia sejam melhor desenvolvidos, aprimorados e colocados em prática pelas organizações”.

Por isso, é necessário incluir novas tarefas e alterar os objetivos das equipes de marketing e vendas, que agora terão as pessoas no centro da estratégia, e não mais o produto.

As lojas físicas, por exemplo, estão migrando para e-commerces que oferecem uma oportunidade com um custo benefício melhor para os comerciantes. Além disso, podemos observar várias tendências surgindo, como os serviços compartilhados (Uber, Airbnb e Netflix) e as empresas nativas digitais (SaaS, apps e fintechs).

As empresas que decidem migrar para esse novo modelo de negócios precisam mudar a interação das suas funções e a forma com que elas operam.

ecommerce-lives-compra-casa-

Novo processo operacional

A integração de dados, times e tecnologia se tornou mais importante do que nunca. Os times das empresas começam a sentir as mudanças e isso afeta a produtividade de forma positiva, e outros pontos como:

  • Comunicação: a comunicação na empresa ficará mais rápida, fato que agilizará os processos;
  • Integração de setores: a implementação da transformação digital deve ser realizada e mantida em todos setores, de maneira integrada;
  • Acesso às informações: os processos serão automatizados e compartilhados de forma virtual em tempo real;
  • Decisões baseadas em dados: com o big data e a análise de dados, as decisões baseadas em dados serão mais assertivas;
  • Automação de atividades: com a automação, a equipe se concentra em atividades mais estratégicas e não perde tanto tempo analisando grandes relatórios;
  • Organização: em empresas que são digitais, diferentes processos de trabalho — como o home office e o espaço de coworking — serão realidades que realmente funcionam;
  • Acompanhamento de desempenho: com as ferramentas disponíveis no meio online, ficará mais fácil analisar o desempenho do time, permitindo que o gestor tome decisões mais assertivas. Além disso, também ficará mais fácil analisar uma campanha.

7 dicas para ter uma empresa líder no segmento

O digital pode ser usado em diversos setores de uma empresa (vendas, marketing, atendimento, tecnologia, ganhos em escala, diversidade de soluções, parcerias de sucesso) para alcançar o público, aumentar a velocidade de comunicação e captar novos clientes.

A internet se tornou o 3º veículo de maior alcance no Brasil, atrás apenas da TV e muito próxima do rádio. Veja 7 dicas de como fazer a sua empresa ser líder no mercado digital:

1. Desenvolva conteúdos relevantes

Para sua empresa ser líder no segmento, é fundamental que ela seja conhecida pelos clientes por conta dos seus produtos ou serviços de qualidade e, também, por esclarecer as principais dúvidas dos consumidores, fornecendo a eles informações relevantes sobre a área de atuação.

Para isso, é necessário criar e divulgar ao público conteúdos úteis e bem escritos, que ajudarão a sua marca a se tornar referência. Artigos, e-book, infográfico e whitepaper são apenas alguns exemplos de como oferecer conteúdos surpreendentes e que ajudarão os seus consumidores e leads a solucionarem os mais diversos problemas.

2. Esteja onde os seus clientes estão

Um estudo recente da consultoria Strategy Analytics mostrou que cerca de 2 bilhões de pessoas no mundo possuem conta em ao menos um canal de mídia social.

Outra dica importante para sua empresa ser líder no segmento é estar presente nos canais mais utilizados pelo seu público-alvo. Hoje, com a popularização do acesso à internet, é essencial que as marcas mantenham uma presença ativa nos meios digitais, principalmente nas redes sociais.

Ter um perfil corporativo nas redes sociais, como Facebook, Instagram e Twitter ajuda a sua companhia a se aproximar do público e, ao mesmo tempo, divulgar os produtos ou serviços da marca de uma maneira bastante efetiva.

Além disso, as redes sociais são fundamentais para impulsionar as vendas e tornar a sua marca conhecida no mercado, algo essencial para as empresas que buscam se destacar em meio a concorrência.

3. Invista em inovação para sua empresa ser líder no segmento

Um dos principais desafios para as companhias que buscam crescer e se tornar referência no mercado é se manter atraente para um público cada vez mais exigente. Para isso, investir em inovação é fundamental, deixando de fazer apenas o que a concorrência faz.

A inovação deve estar presente em todos os setores da companhia, desde a elaboração do produto ou serviço até na interação com os clientes. Por exemplo, empresas que investem em formas mais ágeis de se comunicar com os consumidores, seja por chat ou aplicativo móvel, terão mais chances de se destacar dos concorrentes, pois estão oferecendo um recurso que vai ao encontro das necessidades dos clientes do século XXI.

ecommerce-lives-compra-computador-

4. Conte com parceiros de excelência

Para sua empresa ser líder no segmento, ela certamente terá que contar com bons parceiros, que ajudarão na execução das mais variadas atividades relacionadas ao negócio. Como vimos no início do artigo, o marketing por meio dos conteúdos e das redes sociais é importante para a companhia prosperar, portanto, compartilhar essas tarefas com uma agência de marketing especializada em PMEs é uma excelente forma de impulsionar o negócio.

5. Estratégia com foco no cliente

O cliente é a peça fundamental da empresa. Por isso, bons investimentos são o User Experience e o design de serviços para saber a percepção dos usuários ao utilizar os seus serviços, pois proporcionar a cada usuário a sensação de que aquele produto foi feito para ele e personalizado de acordo com o seu gosto faz com que ele se sinta mais perto da sua marca.

6. Remarketing

Entender que o remarketing não é uma venda perdida na primeira tentativa, é essencial para ser líder no mercado. Trata-se de comunicar, anunciar ou começar um novo contato com uma pessoa que demonstrou interesse em alguma de suas ofertas.

É como uma segunda chance para não perder um potencial cliente que ficou a um empurrãozinho de comprar. Essa tática de marketing digital para vendas também pode ser usada para clientes que já converteram, principalmente para fazer upsells e cross-sells.

Benefícios do Remarketing

  • Anúncios destinados às pessoas certas

As plataformas trabalham com códigos que, ao serem inseridos em páginas específicas de um site, podem registrar dados de acesso, como o tempo de permanência na página e o IP do usuário.

Essas informações são usadas para os anúncios serem direcionados de modo mais inteligente.

  • Recuperação de carrinhos abandonados

A desistência de compras no mercado virtual é um dos principais problemas enfrentados pelas empresas.

Um relatório da Ve Interactive revelou que, no primeiro trimestre de 2015, a média de carrinhos abandonados nos e-commerces brasileiros era de 83,73%.

  • Reaquecimento de intenções de compra

É um benefício que segue a linha do tópico anterior.

Esse ponto, em especial, é para destacar que o remarketing não é usado apenas para reforçar as chances de compra de um ‘quase cliente’. Para entender melhor, uma pesquisa da Forrester, com uma análise de esfera global, apontou que 96% dos visitantes que acessam um site pela primeira vez saem sem converter.

Nesse caso, o remarketing pode ser usado para lembrar essa pessoa que sua loja ainda conta com os produtos dos quais ela uma vez procurou e possa ter esquecido.

  • Aumento nas vendas

Uma venda não concretizada em um determinado momento não significa que seja uma venda perdida.

É nessa ideia que o remarketing trabalha, fazendo as empresas gerarem mais receitas a partir de uma segunda chance para conquistar os mesmos clientes.

7. Manter contato com clientes

Manter e engajar o contato com os clientes que a empresa já tem é primordial antes de captar novos. Por isso, ter um controle rígido sobre o histórico de seus clientes a fim de acompanhar de perto as negociações existentes e ter acesso a relatórios e gráficos de vendas, é fator de real importância.

Isso ajuda a conhecer bem seu nicho e, a partir daí, elaborar um plano de marketing digital para vendas voltado à captação de novos consumidores.

ecommerce-lives-sacolas

Mercado Livre: maior plataforma de comércio digital

Presente em 18 países, o Mercado Livre é a maior plataforma de comércio digital da América Latina e a única da região a se encontrar entre as 100 empresas que mais crescem no mundo em 2020.

Ainda que as vendas do Mercado Livre representem menos de 1% do volume da Amazon, a Argentina é líder na América Latina entre as companhias de tecnologia digital, que tem a capacidade de monetizar e se aproveitar da capacidade de bases de dados e informação de usuários, usos que carecem, em geral, de marcos regulatórios.

A empresa

A companhia foi fundada em 1999 pelo empresário argentino Marcos Galperín, que atuou como Presidente-Executivo até se aposentar em fevereiro de 2020. É pioneira na região em sua aposta como intermediária entre vendedores e compradores de produtos pela Internet.

O modelo foi inspirado pela norte-americana eBay, inovando com a implementação da carteira eletrônica Mercado Pago, lançada em 2018, que a transformou na primeira fintech argentina de sucesso.

Tanto na Argentina como no restante da América Latina, o Mercado Livre observou um crescimento de 45,2% na base de usuários ativos durante o segundo trimestre de 2020 e alcançou 51,5 milhões de contas. Hoje, são registradas em torno de 16 compras e 425 visitas por segundo em sua plataforma e mais de 3,3 milhões de transações diárias pelo Mercado Pago.

Mercado de consumo

O relatório “Como os Brasileiros Compram Online”, elaborado pela SEMrush, com o panorama do comércio eletrônico em 2020, mostrou que mais de 50% das visitas aos grandes sites de e-commerce são visitas diretas, aquelas nas quais o cliente digita diretamente no navegador o endereço do site. 

Mesmo entre os 100 maiores e-commerces, destacam-se marcas famosas na internet e marketplaces. Mercado Livre, B2W, Via Varejo, Cnova, Magazine Luiza, Amazon, Submarino, Dafiti, Netshoes, Máquina de Vendas, Tricae, Privalia, Leroy Merlin e os marketplaces restantes representam mais de 85% das visitas entre os sites analisados no e-commerce brasileiro. Somados, Submarino, Americanas, Casas Bahia, Magazine Luiza, Amazon e Mercado Livre representam 71% da audiência entre os sites analisados.

Investindo em estratégias digitais para vencer

Por isso, vale a pena investir em estratégias digitais que mostram como a empresa está preocupada com o seu público e como traz informações que são relevantes e não apenas venda de produtos e serviços, para agregar informações no dia a dia das pessoas.

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo

A Contabilizei faz todo o processo de abertura da sua empresa para que ela fique 100% regularizada com o mínimo de impostos. Cuidamos de toda a burocracia enquanto você economiza tempo e dinheiro.

ABRIR MINHA EMPRESA GRÁTIS

"Tornou o processo de abertura e gerenciamento da minha empresa muito simples e fácil. Plataforma única, onde consigo tudo que preciso, suporte extremamente eficiente e ágil." Leandro Bernardo - cliente Contabilizei

A Contabilizei abre a sua empresa com o menor custo
Guilherme Soares

Escrito por:

Guilherme Soares

Guilherme é engenheiro formado pela Universidade de São Paulo com mestrado em administração de empresas pela London Business School. Guilherme atuou como consultor de estratégia de negócios na Bain & Company e liderou áreas de estratégia comercial e produtos na Latam Airlines Cargo e Cielo. Iniciou na Contabilizei em 2018.

Deixe um comentário

avatar