Gestão e Negócios

Como contornar os impactos da quarentena nas empresas

Atualizado em 15 Maio 2020

Como a sua empresa pode sobreviver em meio ao isolamento social provocado pela crise do coronavírus?

Nas últimas semanas, essa é uma das perguntas dos empreendedores em geral, principalmente os donos das pequenas e médias empresas. Certamente, a situação é atípica, mas não há motivo para se desesperar ou desistir, muito pelo contrário. Agora, mais do que nunca, é o momento de  aproveitar as circunstâncias para reverter o quadro em aprendizados e superações. Além de tirar as novas idéias do armário.

Reunimos algumas dicas que podem ajudar a manter o seu negócio ativo. Ou até mesmo alavancar o crescimento nesse período de grandes desafios. Tem mais alguma dica interessante para Micro e Pequenos negócios? Compartilhe com a gente. Quando a sociedade se une, as soluções chegam mais rápidas e são mais eficazes.

Amplifique sua participação nas Redes sociais 

Intensifique o uso das ferramentas digitais para alcançar o seu público-alvo. Se ainda não usa esses meios de comunicação, agora é a hora de fazer acontecer. Crie os perfis da empresa nas principais mídias, como Instagram, Facebook, Linkedin e Twitter. Mas adianta só criar, tem que movimentar diariamente e experimentar soluções diferentes que tragam resultado. 

Procure criar e disponibilizar conteúdos relevantes que agreguem valor em forma de conhecimento, promovam o seu negócio, mas que também possam ser úteis para a sociedade em geral. Normalmente estes conteúdos possuem uma grande empatia do público e você vai ver a reputação da sua empresa crescer.

Opções de delivery e plataformas de venda online

As vendas ou entregas negociadas pelas mídias sociais tradicionais funcionam bem para os consumidores que já conhecem o negócio. Para expandir o alcance, pesquise ferramentas de venda online específicas, entenda bem seu público e descubra maneiras diferentes de entregar o seu produto. As diferentes plataformas de e-commerce e aplicativos de delivery podem ajudar no seu trabalho, com otimização de tempo e aumento de produtividade.   

Reavalie os custos

Ter reservas financeiras é uma das recomendações de qualquer especialista em gestão empresarial. Tendo ou não essa segurança, é fundamental que você conheça profundamente os custos da empresa. Com esses dados, consegue avaliar o que é imprescindível para manter tudo operando, sem perder qualidade, nem oportunidades. Neste momento de crise, o fundamental é ter um olhar de empreendedor,  priorizar o que é fundamental e não desgrudar da planilha de custos um segundo.

Negocie prazos com os fornecedores

Mesmo que em grau de dificuldade diferente, a atual crise atinge a todos de alguma forma. Por isso, não hesite em negociar com seus fornecedores um prazo para cumprir os seus compromissos. Isso é importante para evitar acumular dívidas nesse momento e superar o período. Lembre-se que para o fornecedor é melhor manter o cliente com uma promessa de pagamento futuro, do que perdê-lo.

Flexibilidade dos colaboradores

A maioria das empresas que tinha esta possibilidade, adotou como uma das primeiras mudanças o home office. Além disso, é importante perceber se algumas responsabilidades não podem ser melhor distribuídas ou, se for o caso, repensadas. Por exemplo, alguns funcionários de uma loja podem ser aproveitados para dar um suporte com marketing digital ou o professor da academia pode criar vídeos de exercícios para serem feitos em casa e enviar para os alunos. Pense naquilo que faz mais sentido para a sua empresa e não deixe ninguém sem trabalhar, muito menos o seu negócio sem funcionar. 

Planeja-se para o fim da crise com criatividade 

Use o tempo livre desse período para se organizar e planejar a retomada. A certeza é que ela virá e todos aqueles que tiverem planejados e estruturados, vão sair na frente. Pesquise sistemas internos que podem ajudar ou pense em novos produtos e serviços para o futuro. Também é importante estudar os hábitos dos consumidores, considerando as suas preferências e perfil de compras. Tenha todas as informações atualizadas e documentadas. Com esses dados, crie estratégias para manter um relacionamento agradável com todos.

Autodesenvolvimento em alta

Além disso, invista no seu autodesenvolvimento para adquirir novas habilidades e conhecimentos para aplicar no seu negócio. Aproveite os cursos online e gratuitos disponíveis pela internet, inclusive algumas empresas estão disponibilizando material anteriormente pago sem custo ou com desconto. Esta atitude, além de proporcionar conhecimento para você, será importante na retomada após a crise.

Manter o relacionamento com os clientes sempre presente

Os números da pesquisa da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), realizada em março, não deixam dúvidas, nove em cada dez organizações – de todos os portes – foram de alguma forma afetadas pela crise do coronavírus.

Para driblar a pandemia provocada pela Covid-19, é importante pensar em adequações com foco no cliente, principalmente no relacionamento à distância. As adaptações do modelo de negócios e mudanças nas estratégias de vendas e de marketing são algumas das soluções bem-vindas.

Pensando nisso, estruturamos algumas dicas para serem aplicadas na quarentena que ajudarão você a manter o relacionamento ainda mais próximo com os clientes. Além disso, elas também  poderão ser benéficas no futuro como um legado de boas práticas. 

Mantenha a comunicação mais ativa com novas estratégias 

Forme um time para estreitar a comunicação com os clientes. O grupo pode ter representantes de vendas, marketing, jurídico e contabilidade.

A variedade e multidisciplinaridade da equipe formada amplia a visão das diferentes áreas da empresa. Com isso, é possível identificar mais percepções sobre as necessidades.  

Esses profissionais não precisam necessariamente ser quem vai colocar o marketing digital para funcionar. No entanto, as diferentes ideias vão ajudar a traçar as melhores e novas estratégias para tornar a comunicação mais eficiente em um período tão específico.

Força-tarefa para impulsionar as redes sociais

Com as estratégias planejadas, intensifique o uso das redes sociais para alcançar o seu público-alvo. Seja criativo e relevante, pensando sempre nas necessidades e dores dos clientes neste momento de reclusão. 

Os conteúdos relevantes podem ser vídeos, podcasts, textos, entre outros. Com eles, agregue valor em forma de conhecimento. Ainda não tem um blog? Crie um e faça a ligação das suas redes sociais com ele. Você vai ganhar relevância e importância para o Google, para os seus próprios clientes e para os prospects que buscam conteúdos relevantes na internet.

Aproveite para criar ações para fidelização do seu cliente

Independente da época, uma das estratégias para melhorar o relacionamento com os clientes é ter campanhas ou programas criativos de fidelização. Agora, mais do que nunca é o momento de pensar em ações nesse sentido.

Deixe claro que o seus serviços ou produtos podem ser consumidos sem sair de casa. Informe os canais para as compras remotas. Aproveite para oferecer pacotes com descontos para quem quiser comprar de forma recorrente ou outros benefícios para quem opta pelo seu negócio.

Se a sua empresa é totalmente dependente do contato físico, aposte nos vouchers. Eles são os pagamentos antecipados que serão revertidos em serviços comprados depois do fim da quarentena. Nessa opção, um aliado pode ser alguma vantagem no preço.  

Prontidão nas respostas das mensagens 

É importante estar pronto para atender e dar suporte aos seus clientes em todos os canais de comunicação existentes na sua organização. Por isso, garanta que as mensagens estão sendo monitoradas e respondidas com agilidade. Se preferir, coloque os horários que existem pessoas trabalhando e o tempo médio de resposta. Não se esqueça de ter todos os contatos atualizados.

Você também pode criar um e-mail específico para concentrar as dúvidas e reclamações geradas pelo coronavírus. Se começar a receber muitas mensagens, classifique por ordem de urgência, sendo os clientes mais afetados no topo de prioridades.

Em pouco tempo e com a sensibilidade do time envolvido nessas ações, será possível criar uma página no site com as dúvidas mais frequentes, as conhecidas FAQ. 

Acompanhe o tempo todo o seu cliente

Não deixe a comunicação restrita as mensagens por e-mail ou redes sociais. Depois de um primeiro contato, procure fazer um acompanhamento por telefone para construir uma relação de confiança. 

Esse cuidado ajuda a entender o momento que cada um está passando, dessa forma pensar nas diferentes formas de contribuição. Só não se esqueça de ver se é um bom momento para essas ligações, pergunte antes. Ou então, agende um horário. 

Reuniões e metas

Depois de todas essas ações, veja com o time envolvido o período necessário para realizar novas reuniões. Os encontros servem para avaliar os resultados e continuar com o que está indo bem ou estipular as novas diretrizes. 

A comunicação eficaz com o cliente é alcançada de dentro para fora. Por isso, é fundamental que todos que todos que fazem o planejamento estejam alinhados com os objetivos e metas. 

Mantenha o contato por aplicativos de comunicação corporativa, como Slack, Asana, Workplace e Microsoft Teams e ferramentas de videoconferência, entre elas Skype, Hangouts, Google Meets, Webex e Zoom. Escolha o que é mais usual para todos.

E aí, gostou das dicas? Assine a newsletter da Contabilizei e acompanhe diariamente nosso Blog. fique por dentro dos principais temas sobre empreendedorismo, contabilidade e, neste período de crise, a atualização de tudo sobre a pandemia causada pelo coronavírus.

Contabilizei

A Contabilizei é líder em abertura de empresas no Brasil e mantém esse blog para levar conteúdo de qualidade aos pequenos empreendedores.

Deixe um comentário

avatar